Diante da provável saída de Beric, Saint-Étienne busca acerto com meia Cabella
Cabella está em decadência desde que voltou da Inglaterra (Foto: Divulgação/Olympique Marseille)

Visando uma melhor implantação de seu sistema possessivo de jogo, o espanhol Óscar García, depois de sete contratações efetuadas até então, está procurando por um nome que se encaixe com a proposta de jogo do Saint-Étienne e ofereça mais profundidade ao time.

Na concepção do treinador conceituado nas categorias de base do Barcelona, não há nenhum atleta com tais características no atual elenco do maior campeão do Campeonato Francês.

O nome de Rémy Cabella, pouco utilizado no Marseille e com passagens por Newcastle e Montpellier, é de grande agrado de García - segundo mídias importantes na França, como a Rádio Monte Carlo​, o jogador gostou do projeto dos Verts e dá prioridade ao clube - o negócio seria por empréstimo e com salários pagos pelo Saint-Étienne. Contudo, também existe o interesse de Nantes e Rennes no talentoso meia que anotou o único gol da humilhante goleada por 6 a 1 sofrida pelo Marseille no último domingo (27) diante do Mônaco.

De acordo com o L'Equipe, outra movimentação iminente no mercado do ASSE é a saída do atacante esloveno Robert Beric, que está na mira Anderlecht. O jogador de 26 anos que aparece constantemente nas convocações de sua seleção, não estaria nos planos de Óscar García e por isso o grupo que gerencia a carreira do jogador já teria sido avisado para buscar um novo clube para o atleta.

Um dos grandes motivos para que ele não tenha a aceitação do treinador espanhol pode ser apontado como a falta de mobilidade do atacante frente a grande área, além de não ser um dos mais associativos saindo para articular o jogo desde trás.

Foto: Divulgação/Getty Images

Houve certo transtorno durante a semana passada com relação às decisões de Rudi Garcia, técnico do Marseille, que segundo a própria RMC, conduziu de forma precipitada a trajetória de Cabella no OM - em algumas ocasiões, o meia foi preterido pelos questionados Clinton Njié e Lucas Ocampos, o que culminou em uma insatisfação do jogador.

Já no caso de Beric, a opção por liberá-lo é exclusivamente por motivos técnicos - como já dito, o técnico dos Verts prefere por um ataque mais móvel e profundo - estilo de jogo de Cabella, que agrega bastante nesse ponto do individualismo.  

A melhor temporada de Cabella na França, foi em 2012/13, quando somou oito gols e oito assistências em 41 partidas disputadas na ocasião - na época, o meia estava em ascensão, chegando até mesmo a acumular convocações para a Seleção Francesa principal posteriormente, defendendo as cores do Montpellier. Em contrapartida, o goleador Robert Beric obteve seu maior destaque na carreira no futebol austríaco - onde atuou por Rapid Viena e Sturm Graz - no Saint-Étienne, nunca convenceu e deve retomar o bom futebol em outro lugar menos badalado.

VAVEL Logo