Almejando vaga antecipada, Colômbia encara Venezuela pelas Eliminatórias para a Copa

Abrindo a 15ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo, a Venezuela recebe a Colômbia no Estádio de Pueblo Nuevo, em San Cristóbal. O jogo marca o encontro entre a pior seleção do campeonato e o vice-líder, que busca se aproximar da classificação antecipada. A bola rola às 18h, horário de Brasília.

A Seleção da Colômbia ocupa a segunda colocação das Eliminatórias com 24 pontos. Los Cafeteros venceram as duas últimas partidas, diante da Bolívia e do Equador. Os colombianos precisam vencer os dois jogos desta Data Fifa, e dependendo dos outros resultados podem se classificar antecipadamente para o Mundial da Rússia.

Na parte de baixo da tabela, a Venezuela é a última colocada. Após 14 jogos, soma apenas seis pontos. Sem aspirações, a equipe tenta o resultado positivo dentro de casa. O país vive um momento conturbado e o futebol também está sendo afetado. A fragilidade do esporte no país aumentou com a crise vivida nos últimos anos. O último jogo como mandante foi diante do Peru, empate em 1 a 1. A Vinotinto também perdeu para o Chile por 3 a 1 na última data Fifa.

Vitória diante da Venezuela é obrigatória para as pretensões colombianas

José Pékerman concedeu entrevista coletiva e comentou a partida desta quinta-feira. O técnico projeta dois triunfos nesta Data Fifa: “A partida será duríssima, nós temos a necessidade de fazer este resultado. Confiamos em todos os nossos jogadores, não existe ‘reserva’ neste elenco. A Venezuela é um adversário que merece cuidados, todos vão crescer em cima do Falcao. Nós vamos buscar os seis pontos.”

A preparação feita pela Colômbia contou com uma vitória diante de Camarões por 4 a 0 e empate em 2 a 2 com a Espanha, os dois amistosos aconteceram em junho. O grande objetivo do selecionado colombiano é bater de frente com o Brasil, por isso o treinador chamou Teófilo Gutiérrez e James Rodríguez, ambos se recuperam de lesão. O zagueiro Mina, do Palmeiras, ficou de fora por conta de um problema no pé. Carlos Bacca ficou de fora.

Lista de convocados:
Goleiros: David Ospina (Arsenal-ING), Leandros Castellanos (Independiente Santa Fé-COL) e Camilo Vargas (Nacional de Medellín-COL).

Defensores: Davinson Sánchez (Tottenham-ING), Cristian Zapata (Milan-ITA), Santiago Arias (PSV-HOL), Stefan Medina (Monterrey-MEX), Óscar Murillo (Pachuca-MEX), Francisco Meza (Tigres-MEX), Frank Fabra (Boca Juniors-ARG), William Tesillo (Independiente Santa Fé-COL) e Farid Díaz (Olimpia-PAR).

Meio-campistas: Carlos Sánchez (Fiorentina-ITA), Juan Guillermo Cuadrado (Juventus-ITA), James Rodríguez (Bayern de Munique-ALE), Guillermo Celis (Vitória de Setúbal-POR), Giovanni Moreno (Shanghai Shenhua-CHI), Edwin Cardona (Boca Juniors-ARG), Wilmar Bairros (Boca Juniors-ARG), Abel Aguilar (Deportivo Cali-COL), Yimmi Chará (Junior Barranquilla-COL) e Gustavo Cuéllar (Flamengo).

Atacantes: Luis Fernando Muriel (Sevilla-ESP), Radamel Falcao García (Monaco-FRA), Teófilo Gutiérrez (Junior Barranquilla-COL) e Miguel Borja (Palmeiras).

Experiência do técnico no futebol colombiano poderá ser arma da Venezuela nesta partida

Rafael Dudamel atuou em seis clubes do futebol da Colômbia e compreende o estilo de jogo praticado no adversário desta quarta: “Indiscutivelmente que tantos anos no futebol de lá me permitem entender do povo, do futebol, do país, conheço bem; minha família é colombiana, meu filho nasceu lá. Mas quando chega a hora de trabalhar são dois cenários muito diferentes. É nesta hora que entra o sangue vinotinto e todo o esforço que estamos fazendo com esta geração de futebolistas.

Olhar agora para a tabela não faz sentido para a gente, não há sentido porque desencoraja qualquer um, mas temos um plano de trabalho muito bem estabelecido, temos falado várias vezes que o plano de trabalho tem um nome muito claro, que é Qatar 2022”, disse.

O treinador também citou o momento difícil que vive o povo venezuelano: “Entre todas as dificuldades que estamos enfrentando como um país, onde não podemos esconder o sol com a peneira, também temos muitas coisas boas para oferecer aos nossos visitantes. Tenho certeza que Pekerman, James e os outros vão se sentir à vontade aqui, em um cenário formidável para o jogo.

Alejandro Guerra é o principal desfalque. O meia do Palmeiras anunciou aposentadoria da Seleção. Otero, do Atlético-MG, foi convocado. Outro desfalque nesta lista é o atacante Adalberto Peñaranda, que defende o Málaga. O jogador segue fora de combate se recuperando de uma lesão. O técnico chamou sete jogadores que integraram o elenco da Venezuela no vice no Campeonato Mundial sub-20, disputado neste ano na Coreia do Sul.

Lista de 30 jogadores:
Goleiros: Wuilker Fariñez (Caracas-VEN), José Contreras (Deportivo Táchira-VEN) e Carlos Olses (Deportivo La Guaira-VEN).

Defensores: Alexander González (Huesca-ESP), Víctor García (Vitória de Guimarães-POR), Pablo Camacho (Deportivo Táchira-VEN), José Manuel Velázquez (Veracruz-MEX), Jhon Chancellor (Delfín-EQU), Mikel Villanueva (Cádiz-ESP), Edwin Peraza (Deportivo La Guaira-VEN), Rolf Feltscher (Getafe-ESP), Rubert Quijada (Al Gharafa-CAT) e José Hernández (Caracas-VEN).

Meias: Tomás Rincón (Torino-ITA), Yangel Herrera (New York City-EUA), Arquímedes Figuera (Universitario-PER), Junior Moreno (Zulia-VEN), Francisco Flores (Mineros de Guayana-VEN), Jhon Murillo (Kasimpasa-TUR), Jefferson Savarino (Real Salt Lake-EUA), Sergio Córdova (Augsburg-ALE), Romulo Otero (Atlético Mineiro), Darwin Machís (Granada-ESP), Yeferson Soteldo (Huachipato-CHI) e Samuel Sosa (Deportivo Táchira-VEN).

Atacantes: Salomón Rondón (West Bromwich-ING), Josef Martínez (Atlanta United-EUA), Christian Santos (Alavés-ESP), Edder Farías (Once Caldas-COL) e Ronaldo Chacón (Caracas-VEN).

VAVEL Logo