Gol no retorno a Stuttgart: Badstuber pronto para voltar à boa fase

Quando Josep Guardiola chegou ao Bayern de Munique, na metade de 2013, uma das primeiras contratações pedidas pelo treinador foi o zagueiro Holgan Badstuber. Segundo o catalão, considerado um dos melhores do mundo, o defensor era um dos melhores do mundo. Entretanto, para o azar de ambos, as duas partes se decepcionaram. Cinco anos depois, se viu praticamente um talento desperdiçado, por causa do baixo aproveitamento do jogador devido à presença constante no departamento médico com sérias lesões.

Aos 28 anos e passagens apagadas no Bayern e no Schalke 04, acompanhado de rompimento de ligamento cruzado no joelho, uma recorrência dessa lesão, uma grave contusão muscular na coxa e uma fratura no tornozelo, Badstuber retornou ao Stuttgart, clube de origem. A chegada aos Suábios foi sem custos e o time pode obter lucro, principalmente pelo bom início na temporada.

No primeiro jogo após retornar à elite nacional na Mercedes-Benz Arena, o Stuttgart encarou o Mainz 05 pela segunda rodada da Bundesliga 2017-18. A vitória dos mandantes por 1 a 0 sobre o time carnavalesco foi graças ao gol de Badstuber, o segundo em sua carreira, feito após 2822 dias – desde dezembro de 2009. Euforia total dos mais de 50 mil presentes ao moderníssimo estádio.

Foto: Thomas Kienzle|AFP|Getty Images

Não apenas pelo gol, mas os números foram espetaculares. Nas oito disputas que esteve envolvido, levou a melhor em todas. Foi o jogador que mais esteve com a bola no primeiro tempo de partida. No esquema montado com três zagueiros, foi fundamental para evitar qualquer chance adversária, além de ter um aproveitamento de 90% nos passes dados durante o confronto. A reação após o jogo não podia ser melhor.

“Sempre é um momento muito especial. Isso realmente arrepia. É difícil imaginar se nunca foi experimentado antes, mas tudo o que posso dizer é que é algo bastante surpreendente, é claro que eu gostei. Este foi o começo perfeito na frente de nossos próprios torcedores. Foi ótimo poder ajudar a equipe com o meu objetivo”, disse Badstuber.

Artilheiro na 2. Bundesliga e fundamental para o acesso do Stuttgart com 25 tentos assinalados, Simon Terodde desperdiçou uma penalidade que poderia proporcionar amplitude ao resultado final. Apesar de ter perdido a chance, o atacante exaltou a boa atuação do sistema defensivo – e, consequentemente, a exímia exibição do destaque da partida.

“Nós desejávamos desesperadamente ganhar hoje para que todos pudessem ver que podemos vencer na Bundesliga, e foi um ótimo jogo. O louvor particular deve ser dado à nossa defesa porque eles fizeram um ótimo trabalho hoje. Claro que fiquei irritado por perder a penalidade, porque isso teria acumulado o jogo, mas tudo o que importa no final é que temos os três pontos”, afirmou.

Se a média continuar, ambos saem beneficiados. O Stuttgart garante tranquilidade ao longo da temporada e esquece as últimas temporadas sofríveis na elite, enquanto Badstuber retorna à boa fase e dá sequência à carreira, que ainda pode ser bem longeva.

VAVEL Logo