Após tomar vareio em Madri, técnico da Itália diz que Seleção Espanhola 'não é humana'

Sem dificuldades, a Espanha se impôs diante da Itália, nesse sábado (2), no Santiago Bernabéu, em Madri, e venceu os italianos por 3 a 0. Comandada pelo meia Isco, autor de dois gols, a Fúria não precisou forçar muito para construir o placar. O jogo foi válido pela sétima rodada das Eliminatórias Europeias à Copa do Mundo de 2018. Após a partida, o técnico da Azzurra, Giampiero Ventura, lamentou o resultado e chamou os espanhóis de “extraterrestres”.

Em geral, a diferença de qualidade entre as duas formações foi vista”, disse. “Nós concedemos a eles algumas situações. Nós sofremos o 2 a 0 com os dois primeiros chutes a gol. O goleiro [da Espanha, De Gea] fez três defesas importantes, o jogo poderia ter sido reaberto. No momento, nós somos humanos, mas a Espanha é menos humana que nós”, acrescentou.

Ventura implantou o esquema 4-2-4 na Seleção Italiana. O sistema de jogo faz a equipe ter mais opções pelas pontas, mas deixa o meio-campo em inferioridade numérica diante do adversário. A Espanha aproveitou dessa “vantagem” e dominou o setor. O treinador recebeu algumas criticas de imprensa e torcida por não colocar um meio-campista no lugar de um ponta ou atacante. Ventura explicou por que não abriu mão do modelo de jogo.

Estamos realizando um projeto, e um jogo não pode mudar isso”, justificou. “O problema básico é o que somos e o que queremos nos tornar. Esta foi uma experiência. Analisaremos o que podemos aprender e como podemos desenvolver. Se uma partida atinge nossa autoconfiança, significa que não somos competitivos, então não posso acreditar nisso”, encerrou.

A Itália, que estava invicta nas Eliminatórias, viu a Espanha abrir três pontos de vantagem na ponta do Grupo G. Os espanhóis têm 19, ao passo que os italianos somam 16. Faltando três rodadas para o término da competição, é quase improvável que ambas as seleções percam pontos. Por isso, ao que tudo indica, a Itália precisará passar pela repescagem europeia para poder se qualificar ao Mundial de 2018, na Rússia.

VAVEL Logo