Após 'folga' no fim de semana, Roma inicia trajetória na UCL diante do Atlético de Madrid

A Roma recebe nesta terça-feira (12), às 15h45, o Atlético de Madrid, no Estádio Olímpico, em partida válida pela primeira rodada do Grupo C dada Uefa Champions League. Em uma chave relativamente complicada, os romanos têm a missão de enfrentar uma das potências do futebol espanhol e que costuma ser um rival difícil de ser batido na UCL.

Depois de ter o jogo contra a Sampdoria, em Gênova, pela terceira rodada da Serie A, ser adiado por conta de temporais que assolam a Itália, a equipe de Eusébio Di Francesco voltou a treinar nessa segunda-feira, na capital da Bota. As chuvas deram uma trégua, e o clima para o jogo contra os espanhóis é de céu limpo, com 0% de chances de chuva e temperatura agradável na casa dos 22°. Por outro lado, as chances de a Roma vencer o confronto só depende deles mesmos, como disse o treinador na coletiva de imprensa.

"Quero uma equipe com muita determinação na partida. Será uma batalha dentro de campo. O Atlético tem sua própria identidade física, técnica e mental. Eles sabem como alcançar os seus objetivos" lembrou Di Francesco.

Já os visitantes chegaram à capital italiana e já foram fazer o reconhecimento do gramado no Estádio Olímpico. Griezmann e companhia fizeram um treino leve com o uniforme criado apenas para os aquecimentos pré jogos de Champions, na cor rosa.

Após a visita ao estádio, o técnico Diego Simeone também concedeu entrevista coletiva. Experiente e conhecedor do Calcio, por ter atuado muitos anos na Internazionale, El Cholo disse conhecer o estilo do futebol do rival, além de saber de sua força dentro de casa.

"Nós sabemos da importância deste jogo. Toda a festa e incentivo é importante para nós. A Roma é uma ótima equipe e esse tipo de apoio significa muito para o time. Entretanto, devemos estar atentos pois sabem jogar futebol, parecido com o nosso", disse o comandante. 

Retrospecto em suas ligas

Mesmo tendo uma partida a menos no campeonato italiano, o que pode ser considerado uma vantagem por conta de terem descansado no final de semana, os romanos vêm de uma derrota para a Internazionale por 3 a 1 em pleno Olímpico. Na primeira rodada, os giallorissi venceram a Atalanta, em Bérgamo por 1 a 0.

Já os rivais Madri, vem de um 0 a 0 contra o Valencia fora de casa. Antes do empate, os colchoneros venceram o Las Palmas por 5 a 1 fora de casa com dois gols do meio-campista, Koke.

Para ficar de olho

O trunfo dos romanos está em Edin Dzeko, o bósnio ainda não marcou nesta edição do campeonato italiano, mas na temporada 2016/17, o atacante balançou as redes 29 vezes em 33 jogos com a camisa da Roma.

Mesmo com a vantagem da altura, Dzeko tem movimentação e precisão que podem dar trabalho aos espanhóis (Foto: Robbie Jay Barrat/Getty Images)

Enquanto os anfitriões tem o artilheiro da temporada passada, os colchoneros contam com Antonine Griezmann, o francês vive boa fase em sua seleção, e também é considerado um dos melhores atacantes do mundo, ao lado de Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Neymar, é uma das peças-chave para o ataque do Atlético e pode causar dores de cabeça para o goleiro Allisson.

Considerado um dos melhores atacantes do mundo, Griezmann é a arma do ataque colchonero (Foto: Getty Images Sport)

Desfalques

Recém contratado pela Roma, o atacante Patrik Schik, que viera da Sampdoria após quase acertar com a Juventus, sofreu uma lesão no quadríceps esquerdo. Embora tenha apresentado melhora, o atleta não marcará presença na partida de mais tarde. Outro desfalque importante, é do lateral brasileiro naturalizado italiano Emerson Palmieri e Luca Pellegrini que estão em fase de recuperação e também não enfrentam os espanhóis.

Para Diego Simeone a dor de cabeça não é das piores, o treinador conta apenas com o meia Augusto Fernández  que não viajou com a equipe para a capital italiana.

VAVEL Logo