Lateral do PSG, Kurzawa sofre chantagem por suposto vídeo criticando Deschamps

Mais uma polêmica cresce no futebol francês. O lateral-esquerdo Layvin Kurzawa foi alvo de uma tentativa de chantagem. De acordo com informações da AFP e da rádio Europe 1, exigiram um valor ao jogador do PSG para a não divulgação de uma filmagem onde ele aparece criticando e debochando do técnico Didier Deschamps, da Seleção Francesa.

O pedido feito foi de 200 mil euros para que as imagens não fossem divulgadas na internet. O suporto vídeo mostra Kurzawa e alguns amigos em um bar da capital falando mal de Deschamps. Tal filmagem foi feita por um celular e sem consentimento do jogador.

Após ser ameaçado pela primeira vez, Kurzawa entrou em contato com a polícia imediatamente, que se encarregou da investigação, passando a monitorar a casa do lateral-esquerdo. Três homens foram presos no início de agosto. O caso vem sendo investigado pela polícia francesa desde o início do mês passado. Posteriormente, as autoridades também detiveram mais dois suspeitos de serem cúmplices.

Este tipo de assunto não é novidade para Deschamps, que tenta administrar futebolisticamente o interminável caso envolvendo Benzema e Valbuena. Naquela ocasião, o meio-campista foi chantageado por um vídeo íntimo. O atacante do Real Madrid foi acusado de ser intermediário na chantagem. Os dois não são convocados deste então. Porém, desta vez, o técnico terá que lidar diretamente com o caso, pois envolve – mesmo que indiretamente – sua pessoa.

VAVEL Logo