Allegri comemora vitória no derby com Torino e justifica opção de deixar Higuaín no banco

O final de semana em Turim começou a todo o vapor. As duas equipes rivais da cidade, Juventus e Torino se enfrentaram em um clássico onde o favoritismo à Vecchia Signora foi confirmado em um expressivo 4 a 0 sobre o Toro, em jogo disputado no Juventus Stadium.

No Derby della Mole, os juventinos foram superiores do início ao fim. Logo aos 25 minutos do primeiro tempo, Baselli foi expulso, deixando o Torino nervoso e frágil dentro de campo. Enquanto a fragilidade atingia um lado, do outro o argentino Paulo Dybala brilhava marcando 2 gols junto com Pjanic, que distribuía assistências para os gols da Juventus.

Depois que o resultado foi sacramentado, o técnico Massimilliano Allegri foi à sala de imprensa para falar sobre a goleada no clássico.

"Nós começamos em um ritmo muito forte. Os jogadores fizeram um jogo muito bom, principalmente s primeiros 20 minutos, uma vez que o Torino ficou com 10 homens em campo e conseguimos controlar a partida. Apesar disso, nós passamos por algumas situações que poderiam ser evitadas. Nós diminuímos o ritmo após o intervalo, mas ainda sim fomos muito bem", disse Allegri.

Quando foi divulgada a escalação, os torcedores juventinos se surpreenderam ao ver Higuaín do banco de reservas. Atitude que foi devidamente esclarecida pelo comandante italiano.

"Higuain estava no banco de reservas porque existem muitos jogos pela frente e eu optei em dar a ele um descanso. É um jogador muito importante para nós, exitem momentos em que algumas coias vão melhor do que outras. Existem momentos que todos precisam de um descanso, do contrário nós não estaremos aptos a manter a nossa consistência", esclareceu o treinador.

Allegri ainda foi questionado sobre a campanha que o Napoli vem fazendo. A equipe de Mauricio Sarri vem mostrando um futebol dinâmico, os levanto a liderança da Serie A com os mesmos 18 pontos da Juventus, mas com um maior saldo de gols.

"Napoli está jogando muito bem e conseguindo os resultados, onde no final são os que mais importam. As pessoas só se lembram dos que são campeões, não dos que terminam em segundo ou terceiro jogando bem", finalizou.

VAVEL Logo