Manchester City domina, decide na segunda etapa e supera Shakhtar pela Uefa Champions League

Nesta terça-feira, o Manchester City recebeu o Shakhtar Donetsk no Etihad Stadium e ganhou por 2 a 0. A partida foi válida pela segunda rodada do grupo F da Uefa Champions League, e os gols foram marcados por Kevin De Bruyne e Raheem Sterling.

Com o resultado, os Citizens mantêm a liderança de seu grupo, com seis pontos ganhos. Já os turcos caem para a terceira posição, com três pontos conquistados.

O Manchester City volta a campo no próximo sábado (30), quando visitará o Chelsea pela Premier League. O Shakhtar, por sua vez, enfrentará o Karpaty no domingo (1º), pelo Campeonato Ucraniano. Ambas as equipes são líderes de seus campeonatos nacionais.

Em primeiro tempo com poucas chances, placar não sai do zero

Os mandantes começaram como já era esperado: melhores que o Shakhtar, pressionando a saída de bola adversária e atacando. Assim, a primeira chance foi do City, aos 6 minutos, quando Gabriel Jesus conseguiu um desarme, invadiu a área e tocou para Silva, que não dominou corretamente.

Pouco depois, os ucranianos chegaram com perigo ao campo de defesa do City. Após boa tabela, Bernard cruzou rasteiro na área, mas Fernandinho desviou para escanteio. A partir desse momento, o jogo ficou certo tempo sem lances ofensivos, com troca de passes e manutenção da posse de bola da equipe de Pep Guardiola.

Aos 22, De Bruyne deu um belo lançamento para Gabriel Jesus, que chegou a tempo de finalizar na meta. A jogada, porém, já estava parada por impedimento. Dois minutos depois, os mesmos jogadores criaram outra oportunidade, novamente sem conclusão devido à posição irregular.

Aos 29, foi a vez de Kevin De Bruyne receber passe de Jesus. O belga saiu cara a cara com o goleiro Pyatov, mas chutou para fora, perdendo uma chance clara. A resposta ucraniana veio logo depois, com finalização colocada de Marlos, que exigiu que Ederson fizesse boa defesa.

O último grande lance da primeira etapa foi aos 40, quando Sané recebeu na entrada da área, passou entre três marcadores e finalizou cruzado. A bola passou muito perto da trave, e por pouco o Manchester não inaugurou o placar.

City marca na volta do intervalo e controla o resultado

Se no primeiro tempo não saíram gols, no segundo ocorreu o oposto: logo nos minutos iniciais, De Bruyne recebeu na entrada da área e arriscou chute colocado. Finalmente, a bola estufou a rede, abrindo o marcador no Etihad Stadium.

Foto: Tom Flathers/Manchester City FC via Getty Images
Foto: Tom Flathers/Manchester City FC via Getty Images

Com o resultado a favor, os Citizens só precisavam manter a posse de bola, característica já consagrada de Guardiola. Assim, a próxima grande chance saiu aos 11, quando David Silva deu belo passe para Agüero. O argentino alcançou a bola, mas finalizou em cima de Pyatov, que fez boa defesa.

Aos 17 minutos, Bernard conseguiu driblar Kyle Walker e invadir a área, mas seu cruzamento foi sem direção ou perigo. A resposta do Manchester veio em outro chute de fora da área, feito por Kevin De Bruyne, que acabou sendo desviado para escanteio.

Aos 33, Sterling recebeu cruzamento e ficou livre, na frente do goleiro. O atacante finalizou de primeira e acabou errando, mandando a bola para tiro de meta e perdendo uma grande chance. Pouco depois, Sané foi derrubado dentro da área, e o juiz marca pênalti: Agüero cobra no seu canto esquerdo, mas Pyatov pula para impedir que a vantagem aumentasse.

Alguns minutos depois, o atacante argentino ainda tentou se redimir, finalizando da intermediária e assustando o goleiro. Apesar de ambas as equipes jogarem com velocidade, o City se manteve superior, criando mais oportunidades.

Já no final, Bernardo Silva tocou para Sterling dentro da área, que, com o gol aberto, não desperdiçou e aumentou o placar. Assim, sem mais tempo, o juiz apitou pela última vez e encerrou a partida: City 2 a 0.

VAVEL Logo