Contra APOEL, Borussia Dortmund busca sair de situação delicada na Champions League
Foto: VAVEL.com

Com apenas um ponto conquistado até o momento no Grupo H da Uefa Champions League, o Borussia Dortmund volta a encarar o APOEL nesta quarta-feira (1º), desta vez em casa, no Signal Iduna Park, às 17h45 (de Brasília). Na partida de ida da chave as equipes empataram por 1 a 1, no Chipre. Sokratis anotou o gol dos Aurinegros.

Em solo nacional, o Dortmund chegou ao terceiro tropeço seguido ao perder para o Hannover por 4 a 2, se afastando da liderança da competição, enquanto o APOEL, no campeonato nacional do Chipre, ocupa apenas a oitava colocação no momento – mas com número de partidas inferior ao das demais equipes.

Com alguns retornos, Peter Bosz tem missão delicada na Champions

A situação do Borussia Dortmund não é nada simples na fase de grupos da Champions – apenas um ponto conquistado e duelos contra Real Madrid e Tottenham na sequência. No entanto, se quiser chegar com chances nesses jogos, a equipe comandada por Peter Bosz terá de superar o APOEL no Signal Iduna Park. Para isso, o treinador poderá contar com retorno de jogadores importantes, como Toprak, afastado dos últimos jogos com uma lesão na coxa e a potencial volta de Guerreiro a lateral esquerda como titular.

O empate por 1 a 1 foi o primeiro encontro na história do Dortmund com uma equipe cipriota. E o resultado foi péssima para as aspirações do clube na competição, que com apenas três jogos disputados, está a seis pontos de distância dos líderes Real Madrid e Tottenham. Os Aurinegros não poderão contar com alguns desfalques certos para o duelo: Durm, Piszczek, Reus e Rode estão fora.

Todos os jogadores que treinaram hoje estão prontos. O jogo é muito importante, podemos ganhar a confiança novamente. Claramente temos um plano B, mas penso que é de suma importância trabalhar para que o plano A funcione”, afirmou o treinador Peter Bosz, que teve Marc Schmelzer ao seu lado na coletiva: “Depois do jogo contra o Hannover nós tivemos algumas discussões sobre nossas atuações. Tivemos quatro partidas fora de casa e agora finalmente voltamos a jogar em casa. Estamos ansiosos para o confronto”, completou o lateral esquerdo.

APOEL tem desfalques importantes para encarar o Borussia Dortmund

Azarão no grupo e também na partida, o APOEL  busca ter sucesso uma missão extremamente complica, que é vencer o Borussia Dortmund no Signal Iduna Park. Os Aurinegros detinham até recentemente uma incrível marca de mais de 50 jogos sem derrota em seus domínios.

Os cipriotas terão alguns desfalques importantes para o confronto, como a ausência de seu goleiro titular Boy Waterman, que se lesionou justamente contra o Dortmund. Raul Gudiño, suplente no gol, tornou-se o primeiro goleiro mexicano a atuar em uma partida da Champions League ao entrar na vaga de Waterman na partida de ida. Além de perder o seu arqueiro titular, o APOEL não poderá contar com o defensor brasileiro Carlão e o meio-campista argentino Facundo Bertoglio. Roberto Largo e Vouros correm contra o tempo para obterem a condição física necessária para serem opções.

VAVEL Logo