CSKA supera Basel de virada e embola disputa por segunda vaga no Grupo A

Depois de perder na Rússia, o CSKA Moscow demonstrou forças nesta terça-feira (31) e levou a melhor em jogo realizado no Saint Jakob Park, na Basileia. Diante do Basel, pela 4ª rodada do Grupo A, o CSKA trouxe a vitória na bagagem ao sair vitorioso por 2 a 1, de virada, com gols de Dzagoev e WernbloomZuffi descontou.

Com o resultado, a disputa pela segunda vaga às oitavas de final ficou embolada e em aberto para os próximos confrontos. Os cavalos ficam na 3ª colocação e somando seis pontos, já os suíços até continuam na vice-liderança e acumulando a mesma pontuação do adversário, mas à frente por ter saldo mais positivo (3 a -3).

Os times voltam a campo, na 5ª e penúltima rodada da fase de grupos, daqui a três semanas, no dia 22 de novembro. Os helvéticos vão seguir em casa ao encarar o líder Manchester United, em duelo para manter as possibilidades de classificação, às 16h45 (de Brasília), enquanto que os moscovitas recebem o Benfica mais cedo, às 14h.

Basel sai em vantagem no intervalo, mas cede virada ao CSKA no segundo tempo (Foto: Divulgação/Basel)
Basel sai em vantagem no intervalo, mas cede virada ao CSKA no segundo tempo (Foto: Divulgação/Basel)

Precisando da vitória por objetivos distintos, as equipes começaram os primeiros 45 minutos de maneira mais tímida, procurando espaços na defesa adversária para poder ficar com vantagem. Tirando proveito de ter fator casa a favor, o Basel pressionou e foi recompensado. Após ter bate-rebate na entrada da área, a sobra caiu no pé de Zuffi, que bateu tirando da marcação e estufou a rede.

Como quem não quer nada, o CSKA mostrou que ainda estava vivo em campo e empatou na etapa final. Depois de trocar passes no meio em busca de espaço, Wernbloom lançou em profundidade, Suchý afastou mal e o rebote sobrou com Dzagoev. O camisa 10 ficou de frente para a barra e tocou na saída do goleiro, deixando tudo igual.

Superior na partida, o time visitante seguiu pressionando e foi tentar a virada. A persistência deu certo e, aproveitando descuido da defesa, os russos conseguiram sacramentar o triunfo longe de seus domínios. Em nova jogada trabalhada, o zagueiro tcheco cortou errado novamente e Wernbloom, de primeira, marcou um bonito gol.

VAVEL Logo