Sterling é vítima de racismo na chegada ao centro de treinamento do Manchester City

Inglês foi confrontado por um homem não identificado, sofrendo chutes e sendo xingado

Mais um caso de racismo foi registrado no mundo do futebol neste sábado (16). Trata-se de Raheem Sterling, meia-atacante do Manchester City, que sofreu agressões físicas e verbais antes de se apresentar no centro de treinamentos da equipe. A informação foi dada primeiramente pelo portal The Telegraph.

De acordo com a imprensa britânica, o jogador de 23 anos foi parado na entrada da academia de futebol por um homem ainda não identificado. Quando Sterling desceu de seu veículo para perguntar o que estava acontecendo, foi chutado na perna. Além disso, o sujeito ainda xingou-o, proferindo-lhe uma palavra semelhante à "preto".

O meia-atacante não sofreu nenhuma lesão significativa, tendo, inclusive, atuado contra o Tottenham na tarde do mesmo dia. Na ocasião, ele foi responsável por dois gols marcados pelo City, na goleada por 4 a 1 que marcou a 16ª vitória consecutiva da equipe na Premier League.

Sterling fez gol com direito a 'caneta' no goleiro Lloris (Foto: Tom Flathers/Man City via Getty Images)
Sterling fez gol com direito a 'caneta' no goleiro Lloris (Foto: Tom Flathers/Man City via Getty Images)

O clube ainda não se pronunciou sobre o caso, e ainda não se sabe se irá denunciá-lo para a polícia local. Mesmo assim, acredita-se que o sistema interno de câmeras existente possa ter capturado as lamentáveis cenas, o que pode ser usado para um futuro julgamento.