Com lance curioso, Schalke 04 bate Hoffenheim e segue na disputa por vaga na Champions

Resultado mantém Azuis Reais na parte superior da tabela de classificação

Com lance curioso, Schalke 04 bate Hoffenheim e segue na disputa por vaga na Champions
Foto: Christof Koepsel/Getty Images
Schalke 04
2 1
Hoffenheim
Schalke 04: FÄHRMANN; NASTASIC, NALDO, KEHRER; CALGIURI, GORETZKA, STAMBOULI, SCHÖPF (OCZIPKA); DI SANTO (PJACA), EMBOLO (HARIT), BURGSTALLER.
Hoffenheim: BAUMANN; HÜBNER, VOGT, BICAKCIC (ZULJ); SCHULZ (ZUBER), AMIRI (RUPP), GRILLITSCH, KADERABEK; UTH, KRAMARIC, SZALAI.
Placar: 1-0, MIN. 11, KEHRER. 2-0, MIN. 28, EMBOLO. 2-1, MIN. 78, KRAMARIC
ÁRBITRO: BENJAMIN BRAND (ALE).
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 23ª RODADA DO CAMPEONATO ALEMÃO.

Em um jogo de etapas totalmente distintas, o Schalke 04 garantiu a vitória sobre o Hoffenheim em partida válida pela 23ª rodada da Bundesliga. Com dois gols na primeira etapa, o Schalke garantiu a vitória em partida marcada por lance curioso envolvendo o assistente lateral, que precisou ser substituído.

Dois gols e domínio absoluto do Schalke na primeira etapa

Logo aos 11 minutos da primeira etapa, quem esperava uma partida equilibrada começou a ver um desequilíbrio. De cabeça, Kehrer abriu o placar em jogada aérea e, a partir desse momento, o domínio dos azuis foi iminente.

Logo após, o que era questão de tempo pela pressão exercida do Schalke virou uma amplitude maior no placar. Embolo ampliou a vantagem para dois gols aos 28 da primeira etapa e a pressão continuou até o apito do árbitro, com o Hoffenheim sem pressionar perigosamente.

Lance curioso na segunda etapa e equilíbrio na partida

Logo no início da segunda etapa, aos 5 minutos, o assistente lateral Robert Schroeder escorregou e torceu o tornozelo. Não tendo mais condições de continuar em suas funções, precisou ser substituído pelo quarto árbitro Guido Kleve.

O Hoffenheim voltou ao jogo pressionando bastante, e também sendo pressionado. Aos 78 minutos, a pressão fez valer e o time visitante descontou com Kramaric de cabeça.

A pressão continuou por ambas as partes, principalmente pelo Hoffenheim que assustou diversas vezes e estava presente no campo adversário na segunda etapa. A retranca do Schalke permitia o visitante criar jogadas e buscar o empate, que parecia ser questão de tempo.

O acréscimo de tempo na segunda etapa fora de 7 minutos devido a paralisação por conta da lesão do árbitro assistente, e deu espaço para mais emoção até o último minuto e pressão sem fim do Hoffenheim, que não conseguiu arrancar um ponto fora de casa.

Com este resultado, o Schalke chega aos 37 pontos, a mesma pontuação do Borussia Dortmund, quarto colocado e último na zona de classificação para a UEFA Champions League. O Hoffenheim está na nona colocação com 31 pontos.