Mesmo com vaga na próxima fase, Wenger mostra insatisfação com atuação do Arsenal

Técnico falou sobre o desempenho do adversário, que bateu o Arsenal por 2 a 1 em Londres

Mesmo com vaga na próxima fase, Wenger mostra insatisfação com atuação do Arsenal
Foto: Catherine Ivill/Getty Images

A classificação veio. Nesta quinta-feira (22), o Arsenal entrou em campo pela fase de 16 avos da Uefa Europa League. No Emirates Stadium, o time recebeu o Ostersunds da Suécia após ter vencido na ida por 3 a 0 e conseguido encaminhar a classificação. No entanto, a equipe tomou um susto na primeira etapa e perdeu o duelo por 2 a 1, ficando entre os 16 melhores da competição. 

Para Àrsene Wenger, o time, que contou com a boa partida na Suécia para se garantir nas oitavas, jogou abaixo do esperado. O francês não escondeu o descontentamento com mais um resultado negativo na temporada. 

"Sim, não fomos bem no primeiro tempo. Eu acho que o segundo  foi muito melhor e devíamos ter marcado mais gols. No primeiro tempo, estávamos em apuros e em perigo porque ficamos complacentes, não focados e mais expostos cada vez que perdemos a bola. Nós respondemos muito bem na etapa final porque fizemos o trabalho. Devemos tirar isso de lição nessa noite", afirmou Wenger.

O técnico elogiou o adversário, apesar de confirmar anteriormente que seu time não fez um bom jogo. "Eles jogaram muito bem. Se você olhar seus resultados na Europa League desde o início da temporada, eles tiveram bons resultados. Vocês viram isso hoje à noite e não é por coincidência. Quantos jogadores estrangeiros estão em sua equipe? Não sei, mas é uma equipe com jogadores de alta qualidade."

Nesta sexta-feira (23), o Arsenal descobrirá seu adversário nas oitavas de final da Uefa Europa League. Entre os possíveis adversários estão times como Atlético de Madrid, Borussia Dortmund e Milan. Wenger sabe que é uma fase mais difícil e será assim em diante.

"Sim, é claro que será mais difícil. Temos que aguardar para descobrir quem teremos amanhã, mas é claro que quanto mais perto você chegar do título, mais difícil será. Ostersunds eram um bom candidato. Eles não têm um nome glamouroso, talvez porque não tenham uma grande história na Europa, mas tecnicamente e coletivamente são um bom time", frisou.

Perguntado sobre como o Manchester City pensa após a partida do Arsenal pela competição europeia, Àrsene Wenger foi curto e grosso: "Você deve perguntar a eles. Eu não sei". O City será o adversário deste domingo (25) na final da Copa da Liga Inglesa.