Tudo que você precisa saber sobre Troyes x PSG, pela 28ª rodada da Ligue 1

Neste sábado (3), o Troyes recebe o Paris Saint-Germain, no Estádio de l’Aube, às 13h (de Brasília), pela 28ª rodada da Ligue 1. Separados por 43 pontos na tabela, os times lutam por objetivos distintos. Enquanto o anfitrião busca sair da zona de rebaixamento, a equipe da capital francesa a cada rodada se aproxima de conquistar o principal título do país.

Líder absoluto, com 71 pontos, o Paris Saint-Germain mostra números impressionantes. Na Ligue 1, são 23 vitórias, dois empates e duas derrotas; 84 gols marcados e apenas 19 sofridos. A vantagem sobre o segundo colocado Monaco é de 11 pontos.

Ocupando apenas a 18ª colocação, na zona de rebaixamento, o Troyes não tem feito uma campanha satisfatória. São apenas 28 pontos conquistados, com oito vitórias, quatro empates e 15 derrotas.

Histórico do confronto

O retrospecto é amplamente favorável ao PSG, que já derrotou o Troyes em 18 oportunidades das 28 vezes em que se encontraram. Seis empates aconteceram, enquanto o time azul e branco obteve quatro vitórias. Na partida do turno, a equipe parisiense venceu por 2 a 0, com gols de Neymar e Cavani. Veja os melhores momentos.

Em crise, Troyes recebe líder desfalcado de destaques

Dono da terceira pior campanha do campeonato, o Troyes aposta suas últimas fichas nos cinco jogos que ainda tem por fazer no Estádio de l’Aube: PSG, Nice, Olympique de Mersille, Caen e Monaco.

Desfalque na derrota diante do Rennes, o capitão Benjamin Nivet está de volta ao time, assim como o atacante Samuel Grandsir. O lateral-esquerdo Charles Traore pegou dois jogos de suspensão após ser expulso na última partida. Afastado do grupo profissional desde que brigou com o técnico Jean-Louis Garcia, o atacante Adama Niane segue não sendo relacionado. Veja a lista.

Jogadores relacionados

Goleiros: Mamadou Samassa, Erwin Zelazny,

Defensores: Jérémy Cordoval Jimmy Giraudon, Christophe Hérelle, Johann Obiang, Oswaldo Vizcarrondo,

Meio-campistas: Karim Azamoum, François Bellugou, Chaouki Ben Saada, Alois Confais Saif Eddine Khaoui, Benjamin Nivet, Bryan Pelé, Rémi Walter,

Atacantes: Samuel Grandsir , Bryan Mbeumo, Hyun-jun Suk.

Pensamento na Uefa Champions League

Não há como negar. As atenções do Paris Saint-Germain estão voltadas para o confronto diante do Real Madrid, na próxima terça-feira (6), pelas oitavas de final da UCL. Com a derrota por 3 a 1 no jogo de ida, o clube parisiense precisa, ao menos, fazer dois gols e não ter sua defesa vazada para avançar de fase. O duelo ganhou contornos ainda mais dramáticos por causa da lesão de Neymar, que ficará afastado por mais de um mês.

+ Pai de Neymar afirma que atleta ficará afastado dos gramados "entre seis a oito semanas"

Por conta disso, o técnico Unai Emery deverá mandar a campo um time alternativo contra o Troyes, dando descanso aos atletas que atuaram na vitória sobre o Olympique de Marseille, pela Copa da França. Jogadores como Verratti, Cavani e Javier Pastore foram poupados, enquanto Marquinhos e Mbappé, lesionados, também ficaram de fora do jogo deste sábado. Confira a o grupo relacionado.

Surpresa

A grande novidade entre os relacionados ficou por conta do atacante Timothy Weah (em destaque na foto principal), de 18 anos, filho de George Weah, ex-jogador de futebol e atual presidente da Libéria.

Considerado uma das joias do futebol francês, foi a primeira convocação de Timothy para um jogo pela equipe principal do PSG. O jovem deseja trilhar o mesmo caminho de sucesso do pai, único africano a receber os prêmios de eleito Melhor Jogador do Mundo pela Fifa (1995) e a Bola de Ouro.

Palavra do treinador

"Primeiro devemos pensar sobre o desempenho da equipe. Todos os jogadores que jogaram quarta-feira não começarão necessariamente no sábado. Contra Troyes vamos aliar provavelmente outros jogadores, mas o objetivo continua sendo o mesmo. O mais importante para o momento é a partida de sábado. Só depois desse jogo, vamos pensar sobre a partida de terça-feira contra o Real Madrid. Espero ter à minha disposição tantos jogadores quanto possível", disse Unai Emery.

VAVEL Logo