Fita amarela com efeitos políticos usada por Guardiola é proibida pela Federação Inglesa
Guardiola faz uso da fita amarela desde o período final de 2017.(Foto: Oli Scarff/AFP)

Nova polêmica na Premier League: a tal da fita amarela usada por Pep Guardiola. Especula-se que o uso dela pelo técnico do Manchester City tem razões políticas, que estariam diretamente relacionadas com o atual processo político existente na Catalunha, onde Pep nasceu. A Federação Inglesa de Futebol (FA) já proibiu o uso da fita pelo treinador, porém Guardiola continua a usar a mesma e tem até essa segunda-feira (5) para se explicar para a entidade.

A fita é utilizada pelo técnico espanhol em protesto contra a prisão de políticos pró-independência do território catalão, mas a FA considera que a Premier League não é palco para questões como esta e proibiu o seu uso, como quebra das regras de publicidade da competição. “É a mesma regra e não queremos equipamentos de futebol para exibir símbolos políticos”, disse Martin Glenn, presidente da Federação, na sequência de uma reunião de legisladores do futebol em Zurique.

O presidente continuou, falando sobre o caso das papoulas, símbolo dos combatentes da Primeira Guerra Mundial: “Esse sempre foi o caso. O problema que tivemos com as papoulas é que, por algum motivo, uma nova pessoa na Fifa parecia pensar que as papoulas eram um símbolo político e lutamos contra essa noção e, felizmente, o sentimento estourou”.

Por causa do caso das papoulas, houve mudança nas regras que envolvem tais questões. “Reescrevemos a Lei 4 do jogo para que coisas como uma papoula possam ser usadas, mas coisas que vão ser altamente divisórias, e que poderiam ser símbolos religiosos fortes, poderia ser a Estrela de David, poderia o martelo e foice, pode ser uma suástica, qualquer coisa como Robert Mugabe na sua camisa, estas são as coisas que não queremos”, disse Glenn.

Para Martin, a utilização da fita por Pep é claramente é um protesto político: ”E, para ser honesto, e ser muito claro, a fita amarela de Pep Guardiola é um símbolo político, é um símbolo da independência catalã, e posso dizer que há muitos mais espanhóis, não catalães, que estão bastante chateados com ele”.

Gleen reafirmou estar seguindo as regras e o regulamento do futebol inglês. “Tudo o que estamos fazendo é aplicar as leis do jogo. As papoulas não são símbolos políticos, a fita amarela é. Onde você tira a linha? Devemos ter alguém com um crachá do UKIP, alguém com um crachá do ISIS?”, declarou o presidente.

Pep Guardiola afirmou que deixará de usar a fita se os clubes da Premier League solicitarem o mesmo, ou se isso afetar negativamente o Manchester City: “Minha opinião pessoal não é uma opinião política. Quando homens e mulheres colocam uma fita rosa por causa do apoio à iniciativa de câncer de mama. O mesmo quando eu uso o crachá de câncer de próstata. A ideia é a mesma. Claro, eu não quero danificar minha equipe ou clube”.

_________________________________________________________________________

+ City supera Chelsea em casa e segue soberano no topo da Premier League

VAVEL Logo