Funeral de Astori tem presença de estrelas do futebol italiano e homenagens da torcida viola
Multidão foi à Praça Santa Croce se despedir do capitão (Foto: Divulgação/ACF Fiorentina)

Funeral de Astori tem presença de estrelas do futebol italiano e homenagens da torcida viola

Cerca de 6 mil pessoas estiveram no lado de fora da Basílica de Santa Croce, em Florença; elenco da Juventus e comitivas de vários times da Serie A, além de ex-companheiros estiveram presente à cerimônia em Florença

bruno-da-silva
Bruno da Silva

Em uma manhã de homenagens e também de muita consternação, familiares, amigos e torcedores se despediram de Davide Astori. O funeral do ex-capitão da Fiorentina reuniu companheiros de equipe, ex-companheiros e também delegações de outras equipes, como o elenco da Juventus, além de cerca de 6 mil torcedores, que estiveram em frente a Basílica de Santa Croce, onde aconteceu o funeral do zagueiro em Florença, nesta quinta-feira (8).

Estiveram presentes na cerimônia o ministro italiano do esporte, Luca Lotti, o presidente do Comitê Olímpico da Itália, Giovanni Malagò e também Gian Piero Ventura, ex-técnico da Seleção Italiana. Atualmente na Inter, os ex-jogadores da Fiorentina, Borja Valero Vecino lideraram a comitiva da equipe de Milão, que também trouxe Javier Zanetti, o técnico Luciano Spalletti e o zagueiro Ranocchia.

Delegações de Bologna, Roma, Atalanta e Milan também estiveram presentes, além da maioria dos clubes da Serie A. As comitivas de Chievo e Hellas Verona estavam se deslocando à Florença, mas um acidente na estrada impediu a chegada de vários ex-atletas da Viola à capital da Toscana.

A delegação da Juventus chegou diretamente de Londres, onde venceu o Tottenham, na terça-feira (7), representada por Buffon, Chiellini, Rugani, Benatia, Pjanic, De Scigilio e o técnico Massimiliano Allegri, que foram aplaudidos pela multidão que estava na entrada da igreja. O atacante Federico Bernardeschi, que estava machucado e não viajou à Inglaterra, chegou antes do restante da comitiva bianconera. 

Os ex-goleiros da Fiorentina, Frey e Toldo, os romenos Hagi Jr. e Tatarusanu, o atual elenco da equipe, além da família de Astori e também o presidente da Viola, Andrea della Valle, também estiveram na cerimônia.

Milan Badelj, meio-campista da Fiorentina, falou na cerimônia, emocionado, em nome de todo o elenco do clube, prestando uma última homenagem ao capitão.

"Eu falo em nome de todo o time. Você era um homem de verdade. Você sempre falou com seu coração, mantendo-nos unidos - incentivando os jogadores mais velhos e indicando o caminho para os jovens. Seus pais devem saber que eles não fizeram nada errado. Você seria um filho ou um irmão que todos gostaríamos de ter se pudéssemos escolher. Você nos faz sentir seguros o tempo todo e nunca esqueceremos o seu sorriso", lembrou, emocionado.

O corpo de Astori será transferido nesta sexta-feira (9) para San Pellegrino Terme, sua cidade natal.

A missa terminou às 12h30 (horário local). Após a cerimônia, os milhares de torcedores da Fiorentina, que carregavam faixas e camisas com o nome de Astori e o número 13, cantaram o hino do clube. A homenagem no Artemio Franchi acontecerá neste domingo (11), quando o time de Florença volta a campo para enfrentar o Benevento, às 8h30 (horário de Brasília). A torcida não terá seu capitão em campo, mas fará questão de nunca esquecer como o zagueiro honrou e representou enquanto vestiu a maglia viola.

VAVEL Logo

Itália Notícias

há 6 horas
há um dia
há 6 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 7 dias
há 7 dias
há 8 dias
há 13 dias
há 14 dias
há 16 dias