Rudi Garcia reclama da arbitragem e tranquiliza sobre lesão de Thauvin: "Nada quebrado"

Técnico discordou da marcação do pênalti que deu origem ao gol do Athletic Bilbao; meia sofreu forte pancada e teve que sair de maca da partida

Rudi Garcia reclama da arbitragem e tranquiliza sobre lesão de Thauvin: "Nada quebrado"
Foto: (Getty Images)

O Olympique de Marselha venceu o Athletic Bilbao por 3 a 1 pelo primeiro jogo das oitavas-de-final da Europa League. Com dois gols de Lucas Ocampos e um de Payet, a equipe francesa garantiu uma boa vantagem para a partida de volta no País Basco. A equipe visitante descontou em pênalti convertido pelo atacante Aduriz, porém, a marcação da penalidade deu o que falar.

Para muitos o árbitro foi equivocado ao apitar a marca da cal. Após pressão do time espanhol, a bola sobrou limpa na área para o experiente atacante arrematar. A bola acabou batendo no cotovelo do zagueiro Rami, na tentativa de proteger seu gol.

Na opinião dos espectadores e do time francês, a jogada entre no conceito de "bola na mão", levando em consideração que o braço do defensor estava junto de seu corpo. No início, o juiz da partida, Jorge Sousa, deixou a jogada seguir para escanteio. Porém, após consultar o assistente, marcou a penalidade.

Rudi Garcia, técnico do time da casa, não gostou nem um da atuação da arbitragem e chegou a chamá-los de inúteis, sendo a favor do uso de árbitro de vídeo: "Nós queríamos reproduzir o mesmo jogo que contra Braga, nós fizemos isso, a grande diferença é que não eram os mesmos árbitros. O problema é colocar árbitros de superfície apenas para cometer erros, eu sempre disse que eles eram inúteis. No próximo ano, espero que não haja necessidade." O treinador ainda demonstrou preocupação em relação ao gol sofrido dentro de casa. "Sofremos uma penalidade injusta que reabriu o jogo e temos de nos contentar com dois gols de vantagem", completou.

Um lance que assustou os torcedores dos Les Olympiens foi quando Florian Thauvin, meia da equipe, sofreu forte pancada e recebeu longo atendimento médico em campo. Mas o comandante fez questão de acalmar os apreensivos: "O hematoma é grande mas não há nada quebrado", informou.

Thauvin precisou sair de maca da partida. Foto: (Getty Images)
Thauvin precisou sair de maca da partida. Foto: (Getty Images)

Ao comentar a atuação da equipe, Rudi elogiou. "Mudando de assunto, fizemos uma boa partida, todos os jogadores devem ficar feliz. Nós desenvolvemos o jogo, jogamos com espaços reduzidos, com movimento e intensidade ao redor do usuário. Fizemos belas sequências ofensivas".

Virando a página para seus próximos compromissos, Garcia ainda criticou o campeonato local ao falar do pouco tempo de recuperação e da negação da Ligue 1 para a disputa de jogos nas segundas-feiras. "Vamos nos focar na recuperação para Toulouse. Vamos jogar segunda-feira... oh não, não jogamos às segundas na França, desculpe. Então vamos jogar domingo, infelizmente", ironizou

A próxima partida do Olympique é pela Ligue 1, no próximo domingo, contra o Toulouse, como já citado acima pelo treinador do clube. O duelo ocorrerá no Estádio Municipal da cidade, às 17h (de Brasília). O clube de Payet e cia. se encontra no 3º lugar, com 56 pontos, e luta para se afastar cada vez mais dos concorrentes na luta pela classificação para a próxima edição da Champions League. Já o time da casa se encontra apenas na 17ª posição, com 29 pontos - um a mais do primeiro da zona de rebaixamento.