Hoffenheim bate Wolfsburg com autoridade e volta a se aproximar de classificação à Europa League

Pela 26ª rodada da Bundesliga, os donos da casa dominaram e venceram por 3 a 0, aumentando ainda mais a ameaça de rebaixamento aos \Lobos

Hoffenheim bate Wolfsburg com autoridade e volta a se aproximar de classificação à Europa League
Hoffenheim controlou as ações e venceu sem dificuldades (Foto: Simon Hofman/Getty Images)
Hoffenheim
3 0
Wolfsburg
Hoffenheim: Baumann; Akpoguma, Vogt e Hübner; Kaderabek, Grillitsch (Amiri), Schulz, Rupp e Geiger (Polanski, 41’); Kramaric (Uth, 65’) e Gnabry. Técnico: Julian Nagelsmann.
Wolfsburg: Casteels; Verhaegh, Bruma, Knoche e Rexhbecaj; Guilavogui, Bazoer, Mehmedi, Malli (Steffen, 81’) e Didavi; Origi (Brekalo, 41’, Di Mata 54’). Técnico: Bruno Labbadia.
Placar: 1-0, Schulz, 17’. 2-0, Gnabry, 77’. 3-0, Guilavogui (contra), 80’.
ÁRBITRO: Manuel Gräfe. Cartões amarelos: Polanski 68’ (Hoffenheim), Bruma 91’ (Wolfsburg).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 26ª rodada da Bundesliga, disputada na Rhein-Neckar-Arena, em Hoffenheim, Alemanha.

Era um duelo de extremos neste sábado (10), pela 26ª rodada da Bundesliga. De um lado o Hoffenheim, que está em briga direta por uma vaga nas competições internacionais. Do outro o Wolfsburg, que venceu apenas um jogo desde a virada para 2018 e está colado na zona de rebaixamento. E o resultado seguiu a lógica: em casa, o Hoffenheim dominou na Rhein-Neckar-Arena e venceu por 3 a 0. Os gols foram marcados por Nico Schulz, Serge Gnabry e Joshua Guilavogui (contra).

Com o resultado, o Hoffenheim segue em sétimo, mas agora com 38 pontos, a um do sexto colocado RB Leipzig, que fecha a zona de classificação para a Uefa Europa League (o Leipzig ainda joga nessa rodada contra o Stuttgart). Já o Wolfsburg continua em 15º, com 25 pontos – e só não entrou na zona do playoff do rebaixamento porque o 16º Mainz perdeu para o Schalke 04 na rodada.

Momento em que Schulz finaliza para abrir o placar do jogo (Foto: Alex Grimm/Bongarts via Getty Images)
Momento em que Schulz finaliza para abrir o placar do jogo (Foto: Alex Grimm/Bongarts via Getty Images)

A partida começou muito travada, com as equipes se estudando bastante. O jogo ficava resumido aos toques de bola no meio campo, sem grandes ações de ataque nos primeiros minutos. Mas aos 17 minutos, a primeira chegada importante já resultou na abertura do placar para os donos da casa. Após jogada pelo lado esquerdo, Florian Grillitsch recebeu livre e cruzou para o meio. O goleiro Koen Casteels ainda desviou, mas a defesa do Wolfsburg dormiu e a bola sobrou livre para Nico Schulz bater no canto direito e abrir o placar para o Hoffenheim.

Após o gol, o Hoffenheim seguia com a bola pressionando a todo o tempo, enquanto o Wolfsburg não conseguia encaixar uma mínima jogada. Aos 31 minutos o Hoffenheim teve outra grande chance: pelo lado esquerdo, Andrej Kramaric cruzou e Serge Gnabry cabeceou na trave. No rebote, o mesmo Kramaric bateu forte e Paul Verhaegh cortou antes da bola entrar. Pouco depois, em escanteio pelo lado direito, Gnabry cabeceou e o mesmo Verhaegh tirou em cima da linha.

Aos 40 minutos, em dividida no meio, Dennis Geiger rolou para Kramaric, que recebeu livre pela esquerda e finalizou para grande defesa de Casteels. No lance, Geiger se machucou e acabou sendo substituído por Eugen Polanski. O Wolfsburg optou por uma mudança técnica logo cedo, trocando Divock Origi por Josip Brekalo. Foram as últimas ações de um primeiro tempo completamente dominado pelos donos da casa.

Casteels sofreu três gols e vê um acanhado Wolfsburg seguir bastante ameaçado pelo rebaixamento (Foto: Simon Hofman/Getty Images)
Casteels sofreu três gols e vê um acanhado Wolfsburg seguir bastante ameaçado pelo rebaixamento (Foto: Simon Hofman/Getty Images)

O segundo tempo começou mais equilibrado, com o Wolfsburg aparecendo mais no campo de ataque, com mais posse de bola e buscando mais as finalizações. Aos 13 minutos, uma substituição inusitada: Brekalo, que entrou no fim do primeiro tempo, lesionou-se e foi substituído por Nany Dimata. Aos 20, porém, o Hoffenheim foi quem chegou novamente com perigo. No contra-ataque, Gnabry disparou pela direita e deixou para Lukas Rupp. Ele rolou para Kramaric, mas Joshua Guilavogui cortou na hora certa e evitou a finalização.

Aos 25, quem chegou enfim com grande perigo foi o Wolfsburg. Após jogada pela esquerda, Yunus Malli disparou e fez o cruzamento. A bola passou por toda a área e Daniel Didavi finalizou de carrinho, mas acertou a rede pelo lado de fora. O Wolfsburg continuou no ataque, mas abriu espaços e, em um desses, acabou cedendo o segundo gol aos adversários. Em jogada na direita, Schultz cruzou para Gnabry, que cortou para o pé esquerdo e deu um belo chute no contra-pé de Casteels para ampliar para o Hoffenheim.

Aos 35, o Hoffenheim fechou o caixão com um lance para lá de bizarro. Em rebote de cobrança de falta, Gnabry recebeu pela esquerda e cruzou. O zagueiro Robin Knoche tentou cortar com um chutão e acabou acertando o companheiro Guilavogui, que fez o gol contra. Aos 43, o Wolfsburg teve a última chance com Dimata, que dividiu com o goleiro Oliver Baumann e acabou perdendo a oportunidade de diminuir o placar.

Gnabry (esq.) e Schulz (dir.) deixaram suas marcas para os donos da casa (Foto: Simon Hofman/Getty Images)
Gnabry (esq.) e Schulz (dir.) deixaram suas marcas para os donos da casa (Foto: Simon Hofman/Getty Images)

Aos 45 minutos, sem acréscimos, o juiz encerrou a partida. Fim de jogo, vitória maiúscula do Hoffenheim por 3 a 0. O próximo jogo da equipe será no próximo sábado (17), fora de casa contra o Borussia Mönchengladbach, no Borussia-Park. Já o Wolfsburg joga no domingo (18), em casa na Volkswagen Arena contra o vice-líder Schalke 04.