Manchester United e Liverpool se enfrentam em disputa direta pela vice-liderança na Premier League

Será o encontro de número 200 do maior clássico da Inglaterra

Manchester United e Liverpool se enfrentam em disputa direta pela vice-liderança na Premier League
Foto: Divulgação / manutd.com
Manchester United
Liverpool FC
Manchester United: De Gea; Valencia, Bailly e Smalling, Shaw (Young), Matic, Pogba e McTominay (Fellaini), Sanchez, Lukaku e Lingard (Rashford). Técnico: José Mourinho
Liverpool FC: Karius; Arnold, Lovren (Matip), Van Dijk, Robertson, Can, Henderson, Chamberlain (Wijnaldum), Mané, Salah e Firmino. Técnico: Jürgen Klopp.

Neste sábado (10) tem jogo de número 200 do maior clássico da Inglaterra pela Premier League e a VAVEL Brasil informa tudo que você precisa saber antes desse jogão!

A bola rola à partir das 9h30 (de Brasília); no estádio de Old Trafford, na cidade de Manchester, em duelo que vale a segunda colocação na tabela do Campeonato Inglês.

O Manchester United é o atual segundo colocado da competição, com 62 pontos. Dono da melhor defesa quando mandante, os Red Devils sofreram apenas seis gols em 14 aparições dentro do Teatro dos Sonhos.

A equipe de José Mourinho vem de uma vitória fantástica fora de casa diante do Crystal Palace por 3 a 2 em que a equipe chegou a estar perdendo por 2 a 0. A vitória no último jogo com certeza trouxe sobrevida ao elenco, uma vez que mesmo próximo ao fim da temporada, o time não possui um XI inicial fixo e como consequência tem deixado a desejar nas recentes atuações.

O Liverpool venceu de forma tranquila o Newcastle por 2 a 0 em sua última aparição pela PL. Porém, seu último jogo foi um empate sem gols diante do Porto pela Uefa Champions League em que assegurou a classificação para as quartas de final. Em vista da enorme vantagem obtida no jogo de ida - vitória elástica por 5 a 0 -, Jürgen Klopp utilizou um time misto e virá com força máxima para o clássico.

Dono do melhor ataque fora de casa com 34 gols marcados em 14 aparições, os Reds prometem incomodar a forte defesa do português com o trio infernal: Roberto Firmino, Mohamed Salah e Sadio Mané. Juntos, possuem 45 gols ao total pela competição, com destaque para o egípcio: 24 gols e artilharia da competição ao lado de Harry Kane.

Sendo o confronto de número 200 por todas as competições, este acaba por ser o de número 170 pela Premier League, tendo o United como maior vencedor: são 67 vitórias em cima do rival contra 55 do Liverpool. Em Old Trafford, palco do jogo neste sábado, são 82 jogos com 40 vitórias para os Diabos Vermelhos, 26 empates e 16 vitórias para os Reds.

Confronto de gigantes: Dos clubes aos técnicos (Foto: Ian Walton / Getty Images Sport)
Confronto de gigantes: Dos clubes aos técnicos (Foto: Ian Walton / Getty Images Sport)

Dividido entre Premier League e Champions, United busca firmar-se na segunda posição

Diferentemente do rival, o Manchester United não possui vaga assegurada na próxima fase da maior competição do continente, pois ainda irá realizar a partida de volta na próxima semana diante do Sevilla, tendo a partida de ida finalizado pelo placar de 0 a 0.

Em vista disso, a equipe do Norte da Inglaterra encontra-se dividida entre as competições, necessitando usar força máxima do seu elenco em um espaço curto de dias, pois assim como a classificação no meio da semana é de suma importância, uma vitória no clássico também é, pois o United aplicaria uma vantagem de cinco pontos diante de seu maior rival e ganharia vantagem na briga pela vice-colocação.

Com um retrospecto incrível dentro de casa na temporada, os Red Devils perderam apenas uma vez em 2017-18 quando jogaram diante de seus torcedores. Somando todas as competições, são incríveis 16 vitórias, com apenas dois empates e a única derrota acontecendo para o rival local Manchester City.

Mesmo que sob críticas, a equipe de José Mourinho com certeza faz uma temporada melhor que a do ano passado na PL. O time, que mesmo com chances irrisórias de título, está com oito pontos a mais do que possuía nesse mesmo estágio da competição no ano passado. Com a vaga na UCL praticamente assegurada para a próxima temporada, a equipe se vê em uma situação mais tranquila em relação a 2016-17, quando necessitou do título da Uefa Europa League para chegar até a Liga dos Campeões.

A grande arma do Manchester United para essa partida com certeza é Romelu Lukaku. Com quatro gols nas últimas quatro aparições em Old Trafford e 99 gols ao total pelo Campeonato Inglês, o belga pode se tornar o quinto jogador mais jovem a marcar 100 gols na Premier League e segundo a realizar o feito diante do Liverpool - Harry Kane foi o primeiro.

Além do bom momento no ataque, a defesa também se destaca, e ela tem um nome: David De Gea. O espanhol que já é considerado por muitos o melhor goleiro do mundo, possui o melhor aproveitamento de intervenções quando o assunto é chute ao alvo: são  94 defesas para um total de 114 chutes. Outro número incrível são os chamados clean sheets - partidas sem levar gols -, são 15 ao total na Premier League, podendo alcançar neste ano o recorde de 21 partidas pertencentes a Edwin van der Sar e Petr Cech.

Mourinho contará muito provavelmente com Eric Bailly figurando entre os titulares. Figura fixa antes da lesão, o marfinense teve seu estado confirmado pela equipe e encontra-se 100% apto para a partida. Quem também pode retornar a equipe é Marouane Fellaini, que segundo o próprio comandante estaria recuperado da lesão no joelho.

Como desfalques, Zlatan Ibrahimovic - em fase final de recuperação -, Daley Blind, podendo Anthony Martial juntar-se a eles. O atacante francês não foi relacionado na última partida da equipe por conta de uma pancada e pode seguir como desfalque.

O treinador português comentou sobre a grandiosidade do jogo e sua importância, porém reiterou que não enxerga uma grande partida por ser um oponente especial e sim por serem grandes clubes em grandes momentos. Ele também falou sobre a vontade de vencer e enalteceu o rival.

"Para mim, é apenas uma grande partida entre dois clubes históricos, não apenas na Inglaterra, mas no mundo. E neste momento importante na briga para os quatro primeiros, importante para a segunda posição, porém não olho para alguns jogos como adversários especiais. É apenas uma grande partida porque estamos falando de dois grandes clubes. Eu quero ganhar, é claro, é uma grande partida, grande adversário. É a equipe que está atrás de nós, é uma equipe que já está entre os últimos oito na Liga dos Campeões, então, é claro, é uma grande partida. Mas não sou muito bom nessa rivalidade, todo oponente é um rival", afirmou Mourinho.
 

Artilheiro belga vive ótima fase e poderá mais uma vez calar os críticos de plantão (Foto: Getty Images / Craig Mercer - CameraSport)
Artilheiro belga vive ótima fase e poderá mais uma vez calar os críticos de plantão (Foto: Getty Images / Craig Mercer - CameraSport)

Com a vaga na UCL garantida, Liverpool tenta triunfo que há muito não realiza

Após uma classificação tranquila, os Reds retomam o foco para a Premier League. Na busca incessante pela segunda posição, o time de Jürgen Klopp pode enfim firmar-se na posição em caso de vitória, o que não acontece em Old Trafford desde 2014 quando venceram por 3 a 0, sendo a única dos últimos 11 confrontos entre as equipes no estádio, com oitos derrotas e um empate sofridos pelo time da terra dos Beatles.

Mesmo que as últimas quatro partidas entre as equipes tenham findado em em quatro empates, o Liverpool quer a vitória. Com 25 pontos conquistados nas últimas 10 partidas - oito vitórias, um empate e uma derrota -, o time do alemão Klopp perdeu apenas uma vez nas últimas 20 partidas de Premier League, vencendo 14 e empatando cinco vezes.

Outro retrospecto positivo encontra-se nos últimos três jogos da equipe fora de casa: são três vitórias com 10 gols marcados ao total. Destaque para Salah que marcou em cinco aparições consecutivas com a camisa vermelha, e para o senegalês Mané que após a saída de Coutinho da equipe, encontra-se numa crescente constante: cinco gols nas últimas quatro partidas dele somando todas as competições.

Este jogo pode marcar Jordan Henderson como o 14º jogador a completar 200 partidas com a camisa do Liverpool - o jogador atuou diante do Porto no meio da semana e estará a disposição para o clássico.

Marcando gols nas últimas oito partidas da equipe em 2017-18, Mohamed Salah é a maior esperança de gols para um triunfo dos Reds. Ele é o artilheiro da competição e também tem o posto diante do top six: sete gols diante dos seis maiores clubes da Inglaterra na atualidade. Caso marque dois gols no encontro, irá se isolar na artilharia - desempatando com Kane - e superará Fernando Torres como o estreante com maior número de gols em sua primeira temporada.

Andy Robertson, Jordan Henderson e Georginio Wijnaldum estarão a disposição após algumas partidas ausentes da equipe e reforçarão a equipe de Klopp. Nathaniel Clyne segue entregue ao DM e mais uma vez irá desfalcar o time.

O comandante alemão afirmou ser um bom momento da equipe para ir enfrentar o United em Old Trafford, mas reiterou a qualidade do maior rival e contou suas expectativas para a partida.

"É um bom momento para ir lá, mas ainda é incrivelmente difícil. Eles têm qualidade e é uma vantagem para eles estarem em casa. É nosso trabalho nivelar isso. Eles são uma equipe muito experiente com um treinador muito experiente. Temos muito trabalho a fazer. São duas equipes de futebol muito boas que se enfrentarão. Espero que todos os meus jogadores estejam envolvidos na nossa defesa. Se alguém disser que estacionamos o ônibus, não tenho problema com isso, mas queremos levar nosso futebol no campo também porque nós sabemos que somos difíceis de lidar. Será uma grande luta, mas espero que termine com um resultado positivo para nós", disse Klopp.
 

Salah foi eleito o melhor jogador de fevereiro da PL e recebeu uma "carta" especial no simulado virtual FIFA 18 (Foto: Nathan Stirk / Getty Images Sport)
Salah foi eleito o melhor jogador de fevereiro da PL e recebeu uma "carta" especial no simulado virtual FIFA 18 (Foto: Nathan Stirk / Getty Images Sport)