Empate heróico, Newells e Unión vencendo: a segunda-feira na Superliga Argentina

Defensa e Belgrano empatam por 1 a 1; Unión goleia o Temperley por 3 a 0; Newell’s bate o San Martín por 2 a 0

Empate heróico, Newells e Unión vencendo: a segunda-feira na Superliga Argentina
Foto: Divulgação/CA Newell's Old Boys

Nesta segunda-feira (12), três jogos encerraram a 19ª rodada da Superliga Argentina 2017/18. No Norberto Tomaghello, o Defensa y Justicia empatou por 1 a 1 com Belgrano. Jogando em casa, o Unión Santa Fé venceu o Temperley por 3 a 0. Enquanto em Rosário, o Newell’s Old Boys levou a melhor enfrentando o San Martín de San Juan: 2 a 0.

Com um a menos, Belgrano arranca empate heroico fora de casa:

Vindo de uma imponente vitória em Cali - 3 a 0 contra o América, pela Sul-Americana, na quinta-feira - e quatro jogos sem perder na Superliga, o Defensa dominou o primeiro tempo, graças às boas atuações de Mariano Bareiro, Leonel Miranda e Tomas Pochettino. 

Justamente Pochettino foi quem mais se destacou nos 45 minutos iniciais, arriscando dois chutes de fora da área, que levaram perigo ao gol de Lucas Acosta, e dando um grande passe para Fernando Márquez, que finalizou em cima do arqueiro. No rebote fornecido por Acosta, Fabián Bordagaray finalizou de primeira e a bola raspou no travessão, na chance mais clara da primeira etapa.

Mas na segunda metade, o time de Córdoba se adiantou no campo e deixou o Defensa em apuros. Nos primeiros minutos, Matías Suárez finalizou em cima de Ezequiel Unsain, e foi Nahuel Molina quem tirou a bola sobre a linha, evitando que o Belgrano abrisse o placar. Apesar do domínio dos visitantes, o Defensa marcou aos 30’. Após um grande contra-ataque comandado por Pochettino e Horacio Tijanovich, o artilheiro Ciro Rius, sem marcação, na pequena área, abriu o placar para o Halcón.

Quando os comandados de Juan Pablo Vojvoda estavam em situação tranquila na partida, após expulsão do lateral Juan Quiroga, um erro de Unsain deu a igualdade ao Belgrano. O atacante Epifanio García aproveitou um erro da defesa dos halcones e do goleiro, que estava muito mal posicionado, e empatou o jogo no último lance. Quando finalizou-se a partida, Unsain se jogou no gramado aos prantos, e foi consolado por jogadores de ambas equipes, na cena mais emblemática desse Campeonato Argentino.

Unión goleia Temperley e volta a vencer após cinco jogos:

A sensação na noite de Santa Fé foi de que a partida tinha se encerrado logo no primeiro tempo. O camisa 9 Franco Soldano, aos seis minutos, abriu o placar com uma cabeçada. Oito minutos depois, ampliou com um belo chute, no canto direito de Josué Ayala. Daí em diante, domínio total do Tatengue frente à um abatido Temperley.

No segundo tempo, o Unión, ainda muito cômodo, ampliou o placar para liquidar a partida, com um gol de Lucas Gamba cobrando pênalti, aos 14 minutos. O time de Leonardo Madelón encerrou uma sequência adversa de cinco partidas sem triunfos e, além disso, sua dupla de ataque recuperou a moral e voltou ao caminho das redes.

Na estreia de De Felippe, Newell’s bate San Martín de San Juan:

Foi ‘OK’ o primeiro jogo do treinador Omar De Felippe, ex-Vélez Sarsfield, à frente do Newell’s. O novo técnico supriu a falta de um jogo agressivo que fazia a equipe rosarina vir padecendo nessa Superliga. Ante um apático San Martín, os locais ficaram com a vitória, assim encerrando uma sequência de cinco jogos sem vencer (quatro derrotas e um empate).

Omar De Felippe manteve basicamente os mesmos nomes no time do Newell’s em sua estreia. A única alteração foi no futebol de la Lepra, que, imponente, abriu o placar logo aos dois minutos, com gol de Joaquín Torres, de cabeça, após cruzamento de Héctor Fertoli.

Com organização, coragem e valentia, os locais dominaram e mandaram na partida. Por outro lado, os sanjuaninos estiveram bem apáticos, com o goleiro Luis Ardente sendo o único a salvar-se: foi dele os méritos de o NOB não ter aplicado uma goleada nos comandados de Nestor Gorosito.

Mas aos 29 minutos, Ardente não foi capaz de evitar o segundo gol, que por sinal, não deveria ter sido validado, já que no início da jogada houve infração de Héctor Fértoli sobre Marcos Gelabert (deixou suas travas marcadas em sua perna esquerda). O árbitro, Pablo Dóvalo, não viu, e o português Luis Leal, após assistência de Brian Sarmiento, aproveitou para ampliar o placar com um feliz chute de canhota.

O San Martín segue afundando e "Pipo" Gorosito não encontra maneiras de fazer uma equipe que não vence há sete partidas, voltar ao caminho das vitórias.

Assim ficou a classificação da Superliga Argentina 2017/18 após os jogos da 19ª rodada:

 Jogos da próxima rodada: