Ídolo do Manchester United, Carrick confirma aposentadoria aos 36 anos de idade

Multi-campeão com os Red Devils realizou o anúncio em coletiva nesta segunda-feira; para ao fim da temporada

Ídolo do Manchester United, Carrick confirma aposentadoria aos 36 anos de idade
Divulgação / manutd.com

Ídolo, líder e vencedor. Essa é a definição mais breve possível da vitoriosa carreira do meio-campista Michael Carrick, que, confirmando as expectativas, revelou a sua aposentadoria ao final da atual temporada em coletiva realizada nesta segunda-feira (12).

O jogador, que pouco atuou na temporada em vista de um problema cardíaco, já vinha tendo a sua parada indicada pelo treinador da equipe José Mourinho, o qual avaliou a trajetória futebolística do inglês como uma "maravilhosa carreira de jogador".

Quando perguntado se realmente estava se aposentando, o jogador afirmou que era algo que já estava implícito - em relação ao que disse Mourinho -, além de comentar sobre a sua situação física.

"Eu acho que já foi dito, para ser sincero com você [...] Chega um momento em que, independente do quanto você gosta ou não gosta, seu corpo diz que é hora de parar de jogar futebol. É praticamente onde estou, e está tudo bem quanto a isso. É algo que você tem que aceitar. É onde eu estou no momento."

Ao que tudo indica, Carrick terá uma vaga oferecida staff técnico do comandante, que ele é uma possibilidade "meio resolvida, porém provável".

"Sim. Está meio resolvido. Ainda estamos falando sobre isso, para ser sincero, então não há nada totalmente confirmado ainda. Mas é provável, sim", afirmou.

O meia foi campeão de absolutamente tudo com o Manchester United: cinco Premier Leagues; duas Copas da Liga Inglesa, seis vezes vencedor da FA Community Shield, participou também do incŕivel time vencedor da Uefa Champions League e posteriormente do Mundial de Clubes da FIFA. Por último mas não menos importante, os títulos da FA Cup e da Uefa Europa League - destaque para o último, em vista de ser na temporada passada quando o jogador já possuía idade avançada e mesmo assim foi muito importante para o time inglês.

Conhecido por seu estilo clássico, chegou no clube vindo do Tottenham, em 2006. Ele recebeu no ano passado uma espécia de testemunho do clube, reconhecendo todo o seu magnífico trabalho em mais de dez anos de casa e mais de 400 partidas jogadas com a camisa dos Red Devils.

Ele revelou também que espera desempenhar, ainda nesta temporada, um papel importante no clube durante o atual fim de temporada, em vista de estar 100% recuperado do problema que o tirou de cena durante boa parte de 2017-18.

"Eu voltei em forma e queria terminar em meus próprios termos de fato. Pelo menos eu poderia decidir e não ser forçado por causa disso, então eu estava determinado a voltar bem. Eu entendi depois de voltar em boas condições que eu não iria jogar tantos jogos como talvez poderia fazer, mas é algo que eu compreendi. Eu tenho treinado duro e tentado continuar em forma. Consegui jogar alguns jogos até agora e veremos o que acontece até o final da temporada", finalizou o inglês.