River Plate é cirúrgico, derrota Boca Juniors e conquista título da Supercopa Argentina

Na noite desta quarta-feira (14), o Boca Juniors enfrentou o River Plate pela Supercopa Argentina. A partida ocorreu em Mendonza, no estádio Malvinas Argentinas em campo neutro, porém com a presença das duas torcidas. Boca e River chegaram para partida em situações completamente diferentes no campeonato argentino. A equipe Xeneize se encontra em primeiro no torneio, já o River está na  18º posição.

A equipe azul y oro e os millonarios já haviam se enfrentado antes em uma final, na ocasião a copa Nacional, e o Boca venceu por 1 a 0. A partida ocorreu em 1976. Já quando as equipes se enfrentaram no torneio de verão desse ano, o blanco y rojo venceu. Já se passaram 42 anos desde a derradeira final da Copa Nacional, por isso, a partida desta noite foi tão importante. Com gols de Martínez e Scocco, Os Millonarios venceram por 2 a 0. Com essa vitória o River consegue a primeira vitória na Super Copa Argentina.

O primeiro tempo começou bem pareado, com chances para ambos os times. Aos 4 minutos, Fabra teve uma boa chance de falta, porem o goleiro defendeu. O Boca errava muitos passes e isso ia custando a partida da equipe, na primeira chance do River, a equipe não desperdiçou. Aos 16 minutos o árbitro marcou pênalti após falta de Cardona em Nacho Fernandez dentro da área. Na cobrança, Pity Martinez não desperdiçou.

Após o gol, os jogadores do Blanco y Rojo ficaram em cima de Cardona, queriam que o colombiano fosse expulso e, consequentemente, saísse da partida. O Boca continuava a perder passes, errar jogadas e isso só prejudicava a equipe que não conseguia se encontrar na partida.

Aos 38 minutos, Cardona lançou a bola na área, a bola quase chegou em Nandez, mas não havia ninguém para finalizar no gol. O Boca perdeu uma grande chance. No minuto seguinte, chute de Martínez preciso, e Rossi defendeu, mandando para escanteio, desperdiçando boa chance chance River

O segundo tempo iniciou e o Boca começou perdendo chances também, mas logo no início tiveram uma grande chance, Pablo Perez passou para Pavon que finalizou no travessão. A bola ainda resvalou em Armani.  Logo em seguida, outra chance de Goltz, na cabeçada Armani também defendeu.

Pablo Perez ainda errou e deixou Pratto livre para um belo voleio, mas o chute saiu desviado, a sorte foi para o azul y oro, que por pouco não levou mais um gol. O goleiro Armani estava sendo o destaque da partida, com belíssimas defesas, as poucas chances dos bosteros eram desperdiçadas, e o River levava a partida por 1 a 0.

Não faltava muito para o River marcar o segundo, e foi isso que aconteceu. Após escanteio, a bola encontrou Martínez, que conduziu a mesma por toda o campo, que tocou para Pity Martinez que, com um lindo drible, deixou Fabra para trás e cruzou para Scocco na área, que, com seu segundo toque na partida, aumentou o placar e deu números finais à partida.

A partida finalizou então em 2 a 0 para os Millonarios, que ganharam a primeira Supercopa da Argentina de sua história. Agora o Campeonato Argentino seguirá, e, no próximo fim de semana, o Boca vai enfrentar o Atlético Tucumán. O River, por sua vez, enfrentará o Belgrano.

VAVEL Logo