Conte lamenta eliminação para Barça e vê Messi imprescindível ao resultado final

Após a derrota por a 0 para o Barcelona, que custou a vaga para quartas de final da Uefa Champions League nesta quarta-feira (14), o treinador do Chelsea, Antonio Conte se diz satisfeito com sua equipe e a postura mostrada em campo.

Após o empate em um a um no jogo da ida, os Blues começaram muito mal o duelo no Camp Nou, muito mal, levando um gol com menos de cinco minutos de partida. "O nosso começo foi terrível, para sofrer um gol com apenas dois minutos", admitiu Conte.

"Mas depois tentamos jogar futebol, às vezes dominamos o jogo e tivemos chances de marcar. Sobre as duas partidas, atingimos a trave quatro vezes e isso é muito estranho. Eu acho que um jogador fantástico decidiu o resultado final e a classificação porque nessas duas partidas, Lionel Messi decidiu o resultado final. Ele marcou três gols e fez uma assistência para a Dembele", completou.

Apesar disso, Conte está satisfeito com sua equipe: "É uma pena, mas estou muito orgulhoso do compromisso dos meus jogadores. Eles deram tudo e temos que continuar assim, com essa vontade de lutar e desejo lutar juntos."

Sobre Messi, o técnico explicou o que falou com o atacante ao final da partida: "Quando você tem a oportunidade de fazer elogios para o Messi, é certo reconhecer um super jogador", explicou. "Você está falando sobre um jogador que toda temporada marca 60 gols, não apenas em uma temporada. Estou muito satisfeito por ter a oportunidade, no final do jogo, para lhe dar o meu cumprimento. Estamos falando de um jogador extraordinário, o melhor do mundo", concluiu.

Ele também explicou a opção por Olivier Giroud iniciar o jogo, ao contrário do que foi feito na partida de ida: "Quando você toma essa decisão para jogar com o Hazard, Willian e um atacante como ponto de referência, você deve ser muito bom para ter um grande equilíbrio e não perder esse equilíbrio durante a partida."

"Eu vi um grande compromisso de todos os jogadores, que queriam jogar com todo o nosso potencial. Tivemos um pouco de falta de sorte nas duas partida e mostramos que podemos jogar de ambas as formas. Com certeza na primeira etapa, defensivamente, éramos mais compactos. Esta noite eles marcaram três vezes, mas acho que não merecíamos esse resultado", argumentou.

"Acho que houve uma penalidade em cima do Alonso e, se fosse dois a um, poderíamos ter colocado um pouco de pressão sobre o Barcelona. E repito, no final, estou satisfeito com o compromisso dos meus jogadores. Eu vi um ótimo trabalho", finalizou.

VAVEL Logo