Em ritmo de festa, River sofre, mas bate Belgrano com dois de Scocco

Neste domingo (18), River Plate e Belgrano duelaram pela 20ª rodada da Superliga Argentina 2017/18. Com grande festa da torcida no Monumental, os Millonarios venceram por 3 a 1. Aos 2’, Martínez abriu o placar. O centroavante García, aos 54’, empatou. Mas Scocco, com gols aos 78’ e aos 87’, deu a vitória ao River.

O River, empolgado no início da partida, abriu o placar logo aos dois minutos. Os jogadores do Millo pressionaram Erik Godoy, que tocou errado e deixou a bola nos pés de Gonzalo "Pity" Martínez. O camisa 10 driblou Guidara e com uma bela finalização de canhota, castigou o goleiro Lucas Acosta: River 1 a 0.

Com Enzo Pérez trabalhando bem a bola e controlando o meio-campo, Martínez como o “motorzinho” do time e Marcelo Saracchi apoiando bem pelo lado esquerdo, o conjunto de Gallardo foi muito superior ao adversário na primeira etapa, mas não conseguiu transformar tal domínio em um segundo gol, que daria tranquilidade à equipe. 

O Belgrano limitou-se a defender com todos seus jogadores no campo de defesa, pela produção superior de seu rival. Quando tentou atacar, esbarrou na defesa millonaria, mas principalmente, em suas próprias limitações.

Dentro dessa superioridade do River, houveram dois lances claríssimos para ampliar o placar. Aos 34’, Lucas Pratto ficou cara a cara com o goleiro, finalizou com a perna direita e viu Acosta fazer defesa espetacular. Seis minutos depois, Mora chegou no fundo e cruzou para a chegada frontal de Ignacio Fernández. Com sua perna ruim, "Nacho" finalizou por cima e desperdiçou outra chance clara.

Na segunda etapa, o jogo continuou com o mesmo script. Mas a sorte sorriu para os cordobeses, que sem fazer muito para marcar o gol, empataram a partida aos 9 minutos. Após forte chute de direita de Marcelo Benítez, Franco Armani falhou, espalmando a bola nos pés de Epifanio García, que só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes, marcando seu quarto gol na competição.

Com isso, os mandantes acordaram e pressionaram o Belgrano. Aos 24’, Fernández arrancou pela direita e cruzou para Scocco - que acabara de entrar na partida. O goleador finalizou, mas Acosta realizou a defesa mais bonita do jogo.

Mas "Nacho" Scocco, como tem feito no River, foi decisivo, teve sua revanche e foi feliz. Aos 33’, o colombiano Juan Fernando Quintero mandou um lindo lançamento para o ex-Newells, que duelou com Benítez. Aparentemente o atacante cometeu falta no defensor, mas o árbitro Diego Abal não apitou. A bola ficou com Camilo Mayada, que encontrou Scocco na direita e este finalizou com um belo chute de direita.

E não satisfeito com um só gol, Scocco voltou a marcar para matar o jogo. Aos 42’, o atacante aproveitou a jogada de seus companheiros Pratto - que mais uma vez jogou mal - e Quintero, e definiu com a perna esquerda para o 3 a 1 final.

Contratado em junho, Ignacio Scocco tem 22 gols em 31 jogos (2.070 minutos em campo) pelo River. Além disso, distribuiu quatro assistências e venceu dois títulos (Copa Argentina 2017 e Supercopa). A cada 79 minutos com a camisa do clube de Núñez, o camisa 32 participa diretamente de um gol.

Com o triunfo, os comandados de Marcelo Gallardo chegam aos 26 pontos, e seguem subindo: ocupam a 16ª colocação, nove pontos atrás do Racing, último time do G-5. Na próxima rodada, o River visita o Defensa y Justicia, às 11h do dia 01/04.

Já o Belgrano estaciona no 12º lugar, com 30 pontos. Recebe o Racing na próxima rodada, no próximo dia 30, às 21h15.

VAVEL Logo