Verratti critica Giampiero Ventura por não-classificação à Copa: "Tinha uma visão tática demais"

Em entrevista ao portal Gazzetta Dello Sport, o meia de 25 anos falou sobre a 'ferida ainda aberta' pela eliminação e deu sua opinião sobre Ventura, ex-técnico da azzurra

Verratti critica Giampiero Ventura por não-classificação à Copa: "Tinha uma visão tática demais"
Foto:(Catherine Ivill/Getty Images

Restando cerca de três meses para a Copa do Mundo da Rússia, os italianos ainda não se acostumaram com o fato de a sua seleção não estar presente entre os participantes da edição deste ano. A segunda maior campeã do torneio - junto da Alemanha - foi eliminada na fase de Repescagem, no ano passado, para a Suécia. Para muitos, o fracasso teve um culpado: Giampero Ventura.

Para Verratti, assim como os jogadores, o ex-treinador também teve culpa na eliminação, principalmente pela forma de gerir o plantel e pela exigência tática exagerada: "Ele tinha uma visão tática muito forte. Talvez isso funcionasse num clube, mas na seleção, onde se tem poucos dias para treinar, isso é muito difícil. Em alguns momentos que tinhamos a bola, ficávamos até confusos."

Na entrevista, o meia da seleção revelou a presença de uma negatividade no ar entre os jogadores e classificou cair no mesmo grupo que a Espanha como ponto crucial para a não-classificação: "Foi um vexame. O fato de ter a Espanha no nosso grupo talvez tenha feito com que não tenhamos acreditado em nós mesmos. A negatividade estava no ar que respirávamos. Os playoffs são jogos dificeis, até mesmo quando não parece."

O jogador também falou sobre os que anunciaram sua aposentadoria da seleção, como Buffon, Barzagli e De Rossi: "O caso deles foram escolhas pessoais, mas como foi com Buffon, as portas estarão sempre abertas."

Ainda sobre o goleiro, Verratti afirmou que Gianluigi deixará saudades quando realmente deixar a azzurra: "Vamos sentir saudades dele no campo e no vestiário. Ele é um ponto de referência para todos nós."

Antes da convocação do técnico interino Luigi Di Biagio, um nome que vinha sendo ventilado nas especulações era de Mario Balotelli, destaque na Ligue One, onde defende o Nice. No entanto, Balo não apareceu entre os nomes na chamada e Verratti deu sua opinião: "Ele frequentemente joga com outro atacante ao seu lado. É um jogador valioso e merece um prêmio pelas boas atuações. Pode fazer muito bem para a seleção se estiver em boas condições e acertar em suas atitudes."