Na estreia de Ronald Koeman no comando da Holanda, Inglaterra vence com gol de Lingard
Lingard (centro) comemora gol na Johan Cruyff Arena (Foto: Divulgação/England FA)

Jogando em Amsterdã, a Inglaterra bateu a Holanda na estreia do técnico Ronald Koeman no comando da Oranje e conquistou a primeira vitória contra os rivais desde a Eurocopa 1996. O gol de Lingard, aos 14 do segundo tempo, foi o único da partida na Johan Cruyff Arena.

O primeiro tempo foi de poucas oportunidades em Amstedã. As duas equipes se postaram um esquema parecido, ambas com três zagueiros - um deles, Joe Gomez, saiu machucado no começo da partida para a entrada de Maguire -, e mostraram solidez defensiva, mas pouco poder de criação. A Inglaterra teve um pouco mais de posse de bola - 54% -, mas pouca superioridade nas finalizações: quatro a três.

A primeira boa chance foi dos ingleses aos 16. Sterling fez boa jogada pela esquerda e tocou para Lingard, que bateu de pé esquerdo e, após desvio, a bola passou à esquerda. A Holanda tentou a resposta aos 21. Aproveitando o vacilo de Henderson na saída de bola, de Ligt recuperou no campo de ataque e arriscou de longe, parando em defesa tranquila de Pickford. 

Aos 31, em falta lateral cobrada por Trippier, Henderson subiu livre no meio da área e, de costas, desviou, mas mandou à esquerda. Lingard e Sterling tentaram se movimentar no ataque para criar espaços, mas a Holanda fechou bem os espaços e evitou maiores problemas. Os holandeses apostaram em uma estratégia mais reativa, mas seus jogadores rápidos estiveram apagados na primeira etapa, que terminou sem gols.

A Inglaterra começou o segundo tempo criando as principais chances. Aos 7, Rashford recebeu do lado esquerdo, foi para a jogada individual e arriscou chute de longe, que desviou em Wijnaldum, e passou com perigo, à esquerda do gol. Já aos 13, após jogada pela esquerda, Rose cruzou rasteiro, Strootman cortou para frente e Lingard pegou de primeira, batendo no canto direito de Zoet, que chegou a raspar na bola, mas não evitou o primeiro gol inglês em Amsterdã.

O gol da Inglaterra acendeu um pouco a Holanda, mas foram poucas as chances claras dos mandantes. Aos 17, Depay tocou para a entrada da área, Wijnaldum bateu cruzado e Dost tentou desviar de letra, mas Pickford, bem posicionado, segurou firme. Ronald Koeman tentou aumentar o poder de criação com as entradas de Pröpper e Babel, mas os holandeses pouco assustaram.

Os donos da casa só voltaram a finalizar aos 37. Depay bateu falta frontal e tentou colocado, mas Pickford segurou sem problemas. Mesmo se arriscando mais, a Holanda não conseguiu grandes chances, e as mais perigosas finalizações foram da Inglaterra. Aos 38, depois de cruzamento de Alli, Welbeck ganhou da defesa e trocou para Trippier, que bateu de primeira e exigiu boa defesa de Zoet. Dois minutos depois, Hateboer recebeu de Depay dentro da área, tentou a finalização, que foi travada, parando em defesa tranquila de Pickford.

Assim, a Holanda mostrou os mesmos problemas de criação dos últimos anos, apesar de ter mostrado mais consistência defensiva com Ronald Koeman. O mesmo se pode falar da Inglaterra: foi o quinto jogo seguido dos ingleses sem sofrer gols.

A Holanda volta a campo na segunda-feira (26), para enfrentar Portugal, em Genebra, às 15h30. No dia seguinte, a Inglaterra joga em Wembley contra a Itália, às 16h.

VAVEL Logo