Alemanha e Espanha ficam no empate em jogo de alto nível técnico
Foto: Divulgação/DFB

A tarde nesta sexta-feira (23), foi marcada pelo duelo das duas últimas campeãs mundiais. Em Düsseldorf, Alemanha e Espanha fizeram um amistoso equilibrado, no qual, terminou empatado por 1 a 1, na Espirit-Arena. O atacante Rodrigo balançou as redes para os espanhóis e Thomas Müller deixou tudo igual para os dono da casa.

Com o resultado, as últimas campeãs mundiais permanecem invictas. Ambas não perdem desde a Euro 2016, realizada na França. Ao todo, são 22 jogos para os germânicos e 17 para a La Roja.

Antes da partida, Joshua Kimmich foi homenageado, após ser eleito o jogador alemão de 2017. O duelo também foi especial para Sergio Ramos, que completou 150 partidas a serviço da Seleção Espanhola.  Além disso, a Espanha entrou em campo de luto em respeito à morte do filho do ex-goleiro Santi Cañizares, de apenas cinco anos, com câncer.

Foto: Divulgação/DFB

A partida começou movimentada, e logo aos 6’, a Seleção Espanhola abriu o placar. Alba tocou para Iniesta, com ótima visão de jogo enxerga o hispano brasileiro Rodrigo. O camisa 9 passa por trás da zaga alemã e estufa as redes. 1 a 0. Logo em seguida, Kimmich cruza a bola na área. Timo Werner fura ao cabecear e Draxler manda em cima de Carvajal.

Foto: Divulgação/DFB

Em cobrança de escanteio, Kroos mandou para área, Piqué tirou de cabeça e Hector pegou a sobra levando perigo ao gol de De Gea. Com o passar do primeiro tempo, a Espanha começou a trocas de passes. Na linha defensiva, o capitão Sergio Ramos inverte a bola para Isco, que domina no peito, toca para David Silva que não consegue finalizar.

Quando a La Roja parou de dominar o meio de campo, veio o ataque alemão. Aos 35', Kroos passou para Khedira acha Thomas Müller, que manda uma bomba na intermediária, sem chances para De Gea. 1 a 1.

Foto: Divulgação/DFB

O goleiro espanhol já começou o segundo tempo trabalhando. Kroos enfiou para Draxler, que acertou um lindo chute de fora da área. O camisa 1 espalmou com a mão trocada. Posteriormente, Werner deixou Özil em boa condição. O meia finalizou fraco e De Gea ficou com a bola. Com passes rápidos, os espanhóis quase surpreenderam ter Stegen. David Silva abriu para Jordi Alba, que cruzou rasteiro para Isco, no entanto, o goleiro da Seleção Alemã fez grande defesa à queima-roupa.

Em momento alemão, Draxler cruzou para a área. Özil ajeitou para Gündogan, que chutou rasteiro e De Gea se esticou todo mandando escanteio. Em seguida, quase Hummels mudou o placar. Kroos mandou para área, o zagueiro se livrou dos marcadores e cabeceou no travessão.

A Espanha também esteve perto de chegar ao segundo gol. Asensio levanta a bola para área, Hummels não alcança, David Silva desvia e a bola toca no pé Diego Costa indo para fora. Logo após, Hector erra na saída de bola, Carvajal fica com a sobra e toca na área para Diego Costa. O atacante demoroue e, quando chutou, foi bloqueado por Boateng. Antes do apito final, o meia Goretzka tocou para o atacante Mario Gomez, mas ele não conseguiu finalizar.

Foto:Divulgação/RFEF

Ambas as equipes voltam a campo na próxima terça-feira. A Alemanha reedita a semifinal da última Copa do Mundo contra a Seleção Brasileira, às 15h45 (de Brasília). Já a Espanha enfrenta a Argentina às 16h30 (de Brasília).

Foto: Divulgação/DFB
VAVEL Logo