De Santos à Argentina: Sole Jaimes na Copa América
Foto: Divulgação/Santos FC

Florencia Soledad Jaimes, mais conhecida como Sole Jaimes, você provavelmente já deve ter ouvido falar no nome desta decisiva centroavante argentina de 29 anos de idade, que marcou o ano de 2017 no futebol feminino do Brasil, vestindo a camisa do Santos. Porém, é com as cores da bandeira albiceleste, que a atleta pretende fazer bonito mais uma vez na modalidade.

Sua carreira nos clubes

Foi atuando como volante no Boca Juniors, que Sole iniciou sua carreira profissional como jogadora de futebol. Logo chamou a atenção das categorias de base e, convocada para a seleção argentina sub-20, disputou o mundial de 2008 no Chile, anotando o único gol de sua equipe naquela competição.

Em seguida, transferiu-se para o River Plate, foi campeã nacional e retornou para o Boca, onde se destacou ainda mais, principalmente na Libertadores, despertando o interesse dos olheiros do Foz Cataratas, aonde em 2013, viria a ser o seu primeiro clube fora da Argentina. Uma nova posição seria lhe concebida e como centroavante, veio a se encontrar.

Uma passagem rápida pelo São Paulo em 2015, foi suficiente para se destacar em terras canarinhas, mas foi vestindo a camisa do Santos que a jogadora de 1,76m atravessou a sua melhor fase na carreira. Ao todo, foram 47 gols em 66 jogos com as sereias da vila, acumulando artilharia no Campeonato Paulista e no Brasileirão Feminino A1, sendo campeã e melhor jogadora do torneio, eleita a melhor atacante no Prêmio Bola de Prata de 2017.

Esperança de gols na Copa América

Sole Jaimes, atua no Dalian Quanjian, da China e é notabilizada por sua raça e dedicação dentro e fora dos gramados, tem uma boa estatura e é uma exímia cabeceadora. Carismática, logo conquistou a torcida argentina e brasileira e, para esquentar ainda mais esta relação, estreia contra o Brasil no dia 05 de Abril, em Coquimbo.

A jogadora já se encontra com as hermanas participando dos treinamentos preparatórios para o Campeonato Sul Americano Feminino de 2018, que será disputado no Chile. A centroavante camisa 9, é um dos destaques do torneio e tentará trazer a sua seleção de volta à Copa do Mundo, que não obtém classificação desde 2007.

Com a camisa celeste y blanca, foi campeã dos Jogos Sul-Americanos de 2014, atuou no Torneio Internacional Cidade de Brasília no mesmo ano, teve participação na última Copa América do Equador e jogou também no Pan-Americano de Toronto em 2015. Muitas vezes entrando como suplente, ainda não marcou gol com a seleção, entretanto, sua presença é certa como titular absoluta em terras chilenas.

Ao lado de Estefanía Banini e Mariana Larroquette, vale a pena ficar de olho na ofensividade desta nova Argentina. O técnico Carlos Borrello tem a confiança de seu elenco para alçar voos mais altos, conta principalmente com uma Sole Jaimes em grande fase, decidida a batalhar pelos seus sonhos, como sempre foi desde o seu primeiro contato com o futebol.

VAVEL Logo