Mesclada de reservas e titulares, Suíça é avassaladora e goleia Panamá na Swissporarena

Vindo de sequências distintas em amistosos, Suíça e Panamá foram a campo nesta terça-feira (27) na Swissporarena, em Lucerna, fechando mais uma data Fifa. Com a presença da torcida, os suíços mantiveram o bom momento e levaram a melhor ao vencerem por 6 a 0, com gols de DzemailiXhakaEmbolo, ZuberGavranovic Fabian Frei.

Os helvéticos estão no Grupo E da Copa do Mundo e tentarão voltar a avançar de fase junto a Brasil, Costa Rica e Sérvia. Os panamenhos, no entanto, vão para a primeira participação no Mundial e são membros do Grupo G, buscando fazer história ao dividirem a chave com Bélgica, Tunísia e Inglaterra.

Apesar de entrar com um time modificado em relação ao que superou a Grécia, a Suíça começou intensa e foi avassaladora. Gelson deu bom lançamento e Dzemaili trocou passes rápidos com Zuber e Gavranovic, chegando bem como um camisa 10 para abrir o placar mesmo depois de já ter levado perigo com Embolo.

A boa movimentação ofensiva prosseguiu durante todo o jogo, tendo a chance de ampliar através da bola parada. Dzemaili foi derrubado por Torres na pequena área e Xhaka foi para o pênalti. O capitão helvético bateu firme e seguro no meio do gol, tirando do goleiro e assinalando o segundo.

Lateral Moubandje deu assistência para o quinto gol suíço na partida (Foto: Monika Majer/Getty Images)
Lateral Moubandje deu a assistência para o sexto gol suíço no confronto (Foto: Monika Majer/Getty Images)

Sem muita criatividade, o Panamá ficou perdido na defesa e não levou muito perigo à meta dos suíços, que exploraram descuido defensivo e chegaram ao terceiro tento. Elvedi lançou em profundidade, contudo a zaga panamenha tirou mal e Embolo chutou na saída de Penedo para ampliar.

Já próximo do final da etapa inicial, Gavranovic foi lançado por Xhaka e tentou o chute, mas foi bloqueado. Zuber, atento ao lance, pegou bem o rebote e finalizou no canto esquerdo do arqueiro adversário, dando números finais ao primeiro tempo, deixando os torcedores satisfeitos ao intervalo.

Para a segunda etapa, decidiu poupar alguns jogadores que estiveram também contra os gregos. Autor dos primeiro e terceiro gols, Dzemaili e Embolo foram sacados para as entradas de Freuler e Drmic durante o intervalo. Nem mesmo as mudanças fizeram os anfitriões abdicarem de atacar, já que chegaram ao quinto tento.

Zuber deu bom passe e Gavranovic recebeu sozinho na pequena área. O centroavante deixou um defensor para trás e arrematou tirando do alcance do camisa 1, estufando a parede da rede adversária. Logo em seguida, Vladimir Petkovic renovou ainda mais o fôlego da equipe com as saídas de Gelson Fernandes e Gavranovic, promovendo Fabian Frei e Seferovic nos seus lugares. Na primeira jogada ofensiva que esteve, o volante Frei foi servido na entrada da área invadiu em velocidade e concluiu no cantinho, fechando o placar.

VAVEL Logo