Zidane elogia vitória sem brilho e garante ímpeto contra Juventus: "Na terça será outra coisa"
Foto: Divulgação/La Liga

Após a breve parada de seleções para a realização de amistosos internacionais, o Real Madrid voltou a campo pela 30ª rodada do campeonato espanhol com um time misto para enfrentar o Las Palmas neste sábado (31), no Estadio Gran Canaria. Com as ausências de Cristiano Ronaldo, Sergio Ramos, Marcelo, Kroos e Carvajal do time principal, a equipe merengue venceu os anfitriões por 3 a 0, com gols de Gareth Bale, Karim Benzema de pênalti e Bale novamente, também através da penalidade máxima.

A vitória madridista veio com facilidade, sem que o Las Palmas ameaçasse roubar os três pontos ou reagisse após se ver em posição de desvantagem. O time de Zinedine Zidane, apesar de alcançar o objetivo, não demonstrou brilhantismo e apenas administrou o jogo o suficiente para não deixar a vitória escapar no último teste em preparação para o confronto contra a Juventus em Turim na terça-feira (3), pelas quartas de final da Champions League.

Diante das circunstâncias — time misto, contra uma equipe na parte baixa da tabela, e às vésperas de jogo importante — Zidane se disse satisfeito com o placar e a atuação da equipe: “Viemos para conseguir um resultado assim. Fizemos boa primeira parte com um grande início, controlamos o jogo com muitas ocasiões,” declarou o francês. "Nunca há jogo fácil, o segundo tempo foi lá e cá, e tivemos boas chances. É um bom resultado para nós".

Zidane ainda elogiou o grupo que normalmente não compõe os onze titulares, e ressaltou sua satisfação com a atuação destes atletas: "Depois do primeiro gol foi mais fácil, mas nunca o início de uma partida é fácil. O Las Palmas precisava de pontos, mas quando você marca o jogo sempre se coloca um pouco mais fácil. Tivemos oportunidades de fazer gol, mas não fizemos. Muitos dos jogadores que saíram a jogar hoje não jogam muito, e fizeram muito bem. Estou contente por eles", declarou Zidane.

Apesar de conseguir a vitória sem muito esforço e podendo poupar seu elenco, Zidane disse saber que o próximo confronto exigirá outro nível de futebol. “Sabemos que hoje somamos três pontos, mas na terça será outra coisa. Vamos pensando em fazer um grande jogo,” garantiu o técnico madridista.

A saída precoce de Nacho Fernández aos 29 minutos, por suspeita de lesão, foi uma medida de precaução, garantiu Zidane. "Nacho sentiu algo. Vamos esperar os testes mas ele não está contente, não está cômodo. Veremos amanhã na ressonância”. Zidane declarou que acredita que o problema de Nacho tenha sido no ísquio, um osso da pélvis no quadril, e ainda acrescentou que Isco, também não escalado nem para o banco de reservas na partida de hoje, tinha um incômodo e por isso ficou em Madrid. 

Sobre Bale, Zidane disse estar feliz com a atuação do jogador e seus dois gols, mas manteve o mistério em relação à sua possível escalação contra a Juventus. "Bale reserva? Verão em Turim"

Quem também falou com a imprensa foi Lucas Vázquez, que reforçou a satisfação com a atuação do time, mesmo discreta, após os amistosos de seleções: "Era um jogo complicado logo após a pausa (de seleções). É uma vitória importante que nos vem muito bem pensando na quarta-feira", disse o espanhol. 

Perguntado se enfrentarão a Juventus em bom momento, Vázquez garantiu que a equipe madridista não se sente intimidada. "É um bom momento para nós. Nos encontramos melhor em campo, jogamos melhor, fazemos mais gols... É um bom momento a ser aproveitado na eliminatória".

Antes de voltar a atuar pelo campeonato espanhol e enfrentar o Atlético de Madrid em casa na 31ª rodada da competição, o Real Madrid viaja à Itália para enfrentar a Juventus na terça-feira (3) e jogar os primeiros 90 minutos da eliminatória, que será decidida no Santiago Bernabéu, dia 11 de abril. 

VAVEL Logo