Bolívar conquista primeira vitória na Libertadores sobre Atlético Nacional

O Bolívar conquistou sua primeira vitória na Copa Libertadores da América de 2018 ao bater o Atletico Nacional pela diferença mínima. A equipe comandada pelo brasileiro Vinícius Eutrópio segue sem ser derrotada nessa edição do certame, enquanto o time de Jorge Almirón sofreu seu primeiro revés na competição, mas ainda assim, manteve a liderança do grupo B com seis pontos ganhos, enquanto os bolivianos chegaram aos cinco pontos conquistados em três jogos. 

Fazendo valer do fator casa e sobretudo sabendo explorar a altitude de La Paz, o time da casa logo mostrou que não iria adotar uma postura defensiva diante de um rival mais forte, conforme foi dito pelo treinador brasileiro ao longo da semana. Aos quatro minutos, Saavedra aproveitou rebote de chute desviado pela defesa e arriscou de longe, acertando o travessão de Monetti. Aos 12,  Ferreira fez boa tabela com Bejarano, que falhou na finalização. 

A equipe colombiana se mostrou surpresa, mas logo teve boas chances a partir dos 20 minutos, explorando os cruzamentos na área de Quiñónez e nas jogadas bem trabalhadas pelo meio campo, porém, a defesa do time boliviano estava muito bem armada e o time continuava tendo mais posse de bola, que só se converteu em gol logo aos 40 minutos com Riquelme, que recebeu ótimo cruzamento de Saavedra para completar de primeira, sem chances para Monetti. 

No segundo tempo o Bolívar seguiu com sua postura ofensiva e se mostrava fisicamente mais equilibrado que o Atlético Nacional, que sentia a altitude. Um dos grandes destaques do segundo tempo foi o sistema defensivo da equipe boliviana, que funcionava de maneira impecável. Aos 13, Lucumí recebeu bom passe pela lateral, mas não dominou como deveria e Quiñónez defendeu com firmeza. O Bolívar respondeu a iniciativa rival aos 16, com Ferreira, que quase marcou um golaço encobrindo o goleiro rival. 

Aos 27 minutos, Lenis pegou em cheio de fora da área e obrigou Quiñónez a fazer excelente defesa. O mesmo Lenis teve a grande oportunidade do jogo aos 44 minutos, após pênalti cometido por Gutiérrez em Lucumí, porém, ele cobrou mal e mandou a esquerda do gol do time boliviano, mantendo o placar de 1 a 0 para os donos da casa. 

As equipes voltam a se enfrentar, dessa vez no Estádio Atanasio Girardot, no dia 24 desse mês. Enquanto isso, as equipes voltam seu foco para seus respectivos campeonatos nacionais. O Bolívar enfrentará o The Strongest pelo Campeonato Boliviano nesse domingo (8), enquanto o Atlético Nacional joga diante do Independiente Medellín, em clássico local pela Primera A, também no domingo. 

VAVEL Logo