Gattuso é sincero após empate do Milan: "Perdemos grande chance de seguir na disputa para a UCL"

Italiano ainda admitiu ter errado ao mudar a formação tática enquanto a equipe ainda perdia e disse que faltou veemência e determinação para conseguir a vitória

Com o empate em 1 a 1 contra o Sassuolo em pleno San Siro, nesse domingo (8), o Milan praticamente deu adeus às chances de beliscar uma vaga na Champions League da próxima temporada. A equipe de Milão está a oito pontos do quarto colocado, a sete rodadas do final do campeonato e ainda depende do tropeço de seus adversários.

Em coletiva pós-jogo, o técnico Gennaro Gattuso analisou a atuação de seu time. Para ele, o Milan se mostrou superior, mas contou com um dia inspirado do goleiro Consigli e não soube aproveitar as chances, como disse o comandante do Diavolo.

"Eu não acho que o resultado é problema de um ou dois atacantes, porque nós criamos muitas chances no primeiro tempo e terminamos a partida com 20 chutes no gol. Mas acredito que o que nos faltou hoje, foram veemência e determinação para conseguir a vitória", declarou o italiano.

Gattuso ainda tentou improvisar no final da partida, abdicando de um defensor para atuar com quatro atacantes à frente, colocando André Silva no lugar do lateral-direito Abate. Tal alteração acabou dando uma postura confusa ao Milan, que encontrou maiores dificuldades do que soluções na tentativa de Gattuso mudar a equipe.

"Nós tentamos o esquema 3-3-4, porque existia o sonho de irmos à UCL, e nós tínhamos que apostar até o final. Pode não ter sido muio organizado, foi algo que não gostei, mas naquelas circunstâncias, atrás do placar, tive que apostar. Eu apostei esse sistema para deixar a equipe mais espalhada dentro de campo, mas fizemos isso de uma forma caótica e desorganizada, foi no improviso. O erro na alteração foi culpa minha, nós não treinamos ela, mas nós tivemos que apostar" esclareceu.

O técnico ainda foi sincero ao falar sobre as chances de ir à Champions depois do tropeço dentro de casa e não vê o Milan em condições de conseguir uma vaga.

"Bom, o mais importante agora é não procurar desculpas, porque não vamos chegar em lugar nenhum com elas. Perdemos uma grande chance de seguir na disputa para uma qualificação para a Champions League", finalizou.