Para evitar título do City, Manchester United visa vitória em casa contra West Bromwich

Faltam poucas rodadas para o fim da Premier League 2017/18. O Manchester United, vice-líder da competição com 71 pontos, recebe neste domingo (15), em Old Trafford, a equipe do West Bromwich, pela 34ª rodada do Campeonato Inglês, ao meio dia. Os Red Devils passam por bom momento dentro do torneio, com cinco vitórias consecutivas, e tentam manter bom retrospecto recente, garantir a segunda colocação e evitar ao máximo o título do Manchester City, seu rival da cidade.

Os comandados de José Mourinho entraram em campo pela última oportunidade no sábado (7), quando enfrentaram e venceram o City por 3 a 2, de virada, com gols marcados por Pogba (2) e Smalling para os Diabos Vermelhos, enquanto Kompany e Gündogan fizeram para os Citizens. Já o West Brom também jogou no sábado (7), e empatou com o Swansea por 1 a 1.

+ Pogba brilha no segundo tempo, United vira sobre City e evita título antecipado do rival

No primeiro turno, em jogo disputado no dia 17 de dezembro de 2017, o United venceu os Baggies por 2 a 1, no Estádio The Hawthorns, pela 18ª rodada do campeonato nacional. Neste dia, Lukaku e Lingard foram os autores dos gols dos visitantes, na primeira etapa, e Gareth Barry descontou para os donos da casa no segundo tempo.

+ United sofre pressão no fim, mas vence West Brom com gol de Lukaku

O United tem a vantagem sobre o West Bromwich historicamente, vencendo 56 de nossas 131 partidas em todas as competições, sendo que a primeira aconteceu em 1892. O West Brom venceu em 43 oportunidades e houve 32 empates. A maior vitória dos Reds Devils contra os Baggies aconteceu em 1970, quando os gols de John Fitzpatrick, Bobby Charlton e Alan Fowling e outro de George Best selaram uma vitória por 7 a 0 em Old Trafford.

Mourinho vê West Brom como desafio e quer pontos para assegurar o vice-campeonato

O técnico português confirmou à MUTV que terá todo o elenco a sua disposição, à exceção do goleiro Sergio Romero, que ainda se recupera de lesão sofrida em lance disputado com o atacante Diego Costa quando estava em ação pela seleção argentina contra a Espanha, em jogo que terminou 6 a 1 para os espanhóis.

José acredita que não terá vida fácil contra os atuais lanternas da Premier League: “Eu acho que será um grande desafio porque eles sabem que no futebol tudo é possível até que matematicamente isso seja possível. Eles sabem disso. Todo mundo sabe, eles sabem e ainda sentem o cheiro de uma chance, mas cada partida que é jogada, se eles não ganham pontos, então eles estão mais perto do rebaixamento, mas eu acho que eles ainda acreditam que matematicamente seja possível”.

Completando, o português não esconde o desejo pela confirmação da segunda colocação da competição nacional:

“No nosso caso, nós viemos de um grande resultado e durante a semana eu estava tentando lutar contra esse resultado trabalhando bem e tentando fazer os jogadores entenderem que não é o suficiente para merecer terminar em segundo lugar, precisamos de pontos para terminamos em segundo e obviamente para terminar entre os quatro primeiros precisamos de quatro ou cinco pontos, mas para terminar em segundo precisamos de muito mais do que isso e depois de três pontos importantes no último fim de semana temos que tentar fazer mais três e estarmos mais perto do final da temporada. A segunda posição que é, neste momento, a nossa ambição”.

Muito próximo da Championship, West Brom tenta suspiro final

Com apenas três vitórias na Premier League e com míseros 21 pontos conquistados, a equipe comandada por Darren Moore está prestes a ser rebaixada para a segunda divisão nacional.

O técnico Moore não poderá contar com Hal Robson-Kanu, por uma concussão, James Morrison, com problema no tendão de Aquiles, e Gareth Bale, por lesão no joelho. Evans, ex-United, é dúvida para o confronto, e Sturridge, Field e Chadli treinaram e talvez possam atuar neste domingo.

VAVEL Logo