Peter Stöger lamenta derrota do Dortmund em dérbi e se preocupa com lesão de Batshuayi

Treinador do Borussia mostrou entristecimento com o resultado negativo ante o arquirrival Schalke 04, além de se preocupar com a principal referência ofensiva na segunda metade da temporada, que lesionou o tornozelo

Um domingo para ser esquecido pelos torcedores aurinegros. Depois de sair da Veltins Arena derrotado do clássico contra o Schalke e ver a vaga na Uefa ameaçada, time de Dortmund ganhou uma outra preocupação para discutir dentro de campo. O atacante Michy Batshuayi sofreu uma preocupante lesão no tornozelo no final do derby.

O belga que tem seus direitos ligados ao Chelsea está emprestado ao Borussia desde fevereiro. Com sete gols marcados em 10 jogos na Budesliga, a ausência do camisa 44 preocupa o técnico do Peter Stoger. "Ele está com muita dor. Parecia que ele pode ficar fora por um longo tempo. Espero que não seja tão ruim assim", comentou.

O comandante do Dortmund também falou a respeito da partida de sua equipe.

"O Schalke merecia vencer. Precisávamos de mais poder na frente. Eles exploraram as poucas possibilidades melhor do que nós. Fizemos erros individuais enquanto eles produziam esses momentos-chave melhor do que nós", frizou.

Um dos mais experientes e principal jogador do clube, Marcos Reus comentou sobre a partida da equipe no Revierderby.

"Hoje não fomos bons, e nos clássicos isso não deveria acontecer. Nós vamos ter que olhar para o jogo novamente, eu sei que agora não há muito o que falar sobre o jogo".

Ídolo do clube, Reus não foi capaz de levar sua equipe a vitória no clássico (Foto: Maja Hitij/Bundesliga/Getty Images)
Ídolo do clube, Reus não foi capaz de levar sua equipe a vitória no clássico (Foto: Maja Hitij/Bundesliga/Getty Images)

O Borussia Dortmund está na quarta colocação, com seus 51 pontos, e tem o RB Leipzig logo atrás com quatro pontos a menos. Apesar de uma temporada muito abaixo da média, Reus acredita que seu time pode, e deve independente de como jogar, se classificar entre os quatros para a próxima Uefa Champions League.

"Temos que ter certeza de que no final da temporada nos qualificamos para a Liga dos Campeões, e eu realmente não me importo como isso acontece", afirmou o camisa 11.