De Bruyne revela voto em Salah para prêmio de jogador do ano da Premier League

Em entrevista à emissora BT Sports, meia belga afirmou que foi honesto e elogiou o desempenho do egípcio

De Bruyne revela voto em Salah para prêmio de jogador do ano da Premier League
Salah e De Bruyne diustam bola (Foto: Robbie Jay Barratt/Getty Images)

Kevin De Bruyne e Mohamed Salah são os grandes destaques das temporadas de Manchester City e Liverpool, respectivamente. Enquanto o belga, que passou a jogar como meio-campista mais livre sob a tutela de Pep Guardiola, tem 11 gols e 20 assistências em toda a temporada, o egípcio, trazido por Jürgen Klopp com certa desconfiança junto à Roma, tem feito a diferença nos Reds, onde soma 40 gols na temporada, sendo 30 deles na Premier League -- artilheiro isolado da competição. Além disso, os dois são as grandes esperanças das seleções da Bélgica e do Egito, na Copa do Mundo de 2018.

Apesar da rivalidade, De Bruyne revelou à BT Sports, emissora de TV inglesa, que votou em Salah para o prêmio de melhor jogador do ano pela PFA (Professional Footballers Association). A condecoração é dada ao melhor jogador da temporada, com os votos realizados pelos próprios atletas. 

"Eu votei em Salah. Seu desempenho tem sido fantástico nessa temporada com o Liverpool. Sou honesto quando estou votando e eu votei nele pois merece. No final, se outras pessoas não fizerem isso, eu particularmente não me importo", disse o belga.

Além de De Bruyne e Salah, Harry Kane, David de Gea, David Silva e Leroy Sané concorrem ao prêmio de melhor jogador da temporada. Kane e Sané ainda concorrem na categoria de melhor jogador jovem da temporada, cuja lista completa ainda conta com o goleiro brasileiro Ederson, Marcus Rashford, Ryan Sessegnon e Raheem Sterling.

Liverpool e Manchester City, que venceram nesta rodada Bournemouth e Tottenham, respectivamente, jogarão novamente no próximo final de semana pela Premier League. No sábado (21), os Reds enfrentam o lanterna West Bromwich, fora de casa, enquanto os Cityzens recebem o Swansea City, podendo confirmar de vez o título inglês em seus domínios.