Unai Emery exalta jogadores do PSG após título francês: “Deram seu máximo por 90 minutos”

Treinador destacou poder de superação do grupo para recuperar hegemonia nacional após eliminação na Uefa Champions League

Unai Emery exalta jogadores do PSG após título francês: “Deram seu máximo por 90 minutos”
Aureline Meunier/Getty Images

O Paris Saint-Germain voltou a conquistar a Ligue 1. Pela sétima vez em sua história, a equipe parisiense garantiu o que já era esperado há um bom tempo. Líder, absoluto, desempenho espetacular e escritas atrás de escritas. Essa foi a temporada do clube no cenário nacional. E o título não poderia ser confirmado de uma melhor maneira. Na tarde deste domingo (15), o time goleou o vice-líder Monaco por 7 a 1. Um passeio, uma exibição de gala.

O que foi visto neste fim de semana foi exaltado por comissão técnica, presidente e jogadores. Todos pareceram ter colocado de lado as rusgas e polêmicas noticiadas pela imprensa por um objetivo: celebrar mais uma conquista e ficar cada vez mais próximo de ser a maior equipe da França no Século XXI. O técnico Unai Emery enfatizou o poder de superação da equipe após a eliminação nas oitavas de final da Uefa Champions League para o Real Madrid e a determinação de seus comandados em busca do título nacional.

“Estou feliz esta noite. O Campeonato Francês é a competição que mais exige regularidade na temporada. Após a derrota contra o Real Madrid, nós respondemos bem, mostrando nossa força. Queremos continuar crescendo no nosso campeonato, mas também no cenário europeu. Os jogadores estavam concentrados nesta noite. Eles deram seu máximo por 90 minutos para marcar gols, defenderam bem. Agora vamos nos preparar para a semifinal da Copa da França contra o Caen”, afirmou o treinador.

Um dos principais líderes do elenco, Thiago Silva também destacou a noite especial que garantiu e coroou a conquista da Ligue 1 ao Paris Saint-Germain. “Era importante ser campeão esta noite diante dos nossos torcedores, das nossas famílias. Foi lindo o que fizemos. No primeiro tempo, colocamos intensidade como o treinador pediu. Isso é o que nós tínhamos trabalhado a semana toda. Então, nós dominamos o jogo. Foi uma partida quase perfeita. Estamos felizes por isso e também por entrar um pouco mais na história do clube. Temos que aproveitar este momento”, disse.

Companheiro na zaga com Thiago Silva, o também defensor brasileiro Marquinhos celebrou a vitória e destacou a necessidade do grupo estar satisfeito com o resultado positivo. “É bom vencer este título contra uma das melhores equipes da liga. Ganhar em casa por 7 a 1 é bom para o nosso clube e para a nossa torcida. Quando vemos os jogadores de qualidade que temos no plantel, o que fizemos na temporada e a boa mentalidade. Há altos e baixos, mas ao final tem que estar satisfeito”, declarou.

Outro que manifestou contentamento quanto ao sétimo da Ligue 1 conquistado pelo Paris Saint-Germain foi o mandatário do clube. Nasser Al-Khelaifi manifestou orgulho pela atuação devastadora sobre o Monaco, mas deixou claro que a temporada não está encerrada.

“Estamos muito felizes com esta partida. Ganhar o título contra o Monaco, o atual campeão, desta forma e com um placar incontestável. Estamos obviamente muito felizes e orgulhosos dos nossos jogadores. Nós ainda temos um último troféu para buscar. Jogaremos uma semifinal em Caen. Para terminar a temporada da melhor maneira, esperamos conquistar também a Copa da França”, falou.

O Paris Saint-Germain volta a entrar em campo às 16h05 da próxima quarta-feira (18), quando encara o Caen, no Estádio Michel d’Ornano, pelas semifinal da Copa da França. Os parisienses podem conquistar mais uma vez a tríplice coroa nacional, uma vez que já conquistaram o título da Copa da Liga Francesa e da Ligue 1.