Mourinho se mostra chateado com elenco do United: "Só posso escalar de acordo como eles jogam"

United enfrentará o Bournemouth nessa quarta-feira (18) e o Tottenham no sábado (21)

Mourinho se mostra chateado com elenco do United: "Só posso escalar de acordo como eles jogam"
Mou afirmou que para enfrentar Tottenham, jogadores terão que ir bem contra o Bournemouth (Foto: Shaun Botteril/Getty Images)

Após a decepcionante derrota para o West Bromwich por 1 a 0, o Manchester United viajará para enfrentar a equipe do Bournemouth, no Vitality Stadium, em partida válida pela 35ª rodada da Premier League, em jogo que acontecerá às 15h45 dessa quarta-feira (18). O técnico José Mourinho concedeu entrevista ao site oficial do clube falando dos confrontos contra o Bournemouth e Tottenham, este último válido pela Copa da Inglaterra.

José Mourinho disse a seus jogadores do Manchester United que as vagas de titulares do jogo em Wembley estão em disputa no confronto desta quarta-feira em Bournemouth. O português afirma que atletas podem ganhar lugar no onze inicial se impressionarem diante dos Cherries.

“Se eu jogar contra Bournemouth e o jogador for fenomenal, ele jogará na semifinal, então não é rotativo, porque girar um jogador que joga contra o Bournemouth é dar um descanso a alguém que vai jogar contra os Spurs na semifinal. Então a palavra não é rotatividade, é uma oportunidade para algumas atletas jogarem e tentarem conseguir um lugar na equipe contra os Spurs e alguns dos caras que jogaram contra o West Brom não têm um lugar naquele equipe”, declarou Mou.

O treinador foi bem crítico ao falar como deve escolher seus jogadores, deixando clara que ninguém jogará apenas pelo nome que possui: “Qual é o critério para um técnico escolher uma equipe? Eu só conheço um critério, o modo como eles jogam. É a única maneira que eu posso selecionar jogadores, ou você quer que eu vá pelo preço que eles custam, ou o salário deles, ou a face bonita deles, o único modo é ir com desempenho”.

Paul Pogba fez grande partida na vitória sobre o City por 3 a 2, marcando duas vezes no segundo tempo. Mas contra o West Brom, o meia foi substituído aos 13 minutos da etapa complementar, pelo também francês Anthony Martial. Porém, Mourinho garante que o camisa 6 não foi um bode expiatório e só saiu porque já possuía cartão amarelo.

“Não foi só ele. Ele tinha um cartão amarelo, então ele estava em uma posição mais difícil do que os outros. Jogando com apenas dois jogadores de meio-campo, você não pode jogar com um jogador em risco de não conseguir fazer uma falta. Então, Paul saiu por causa do cartão amarelo, porque em termos do jeito que ele jogou, ele não foi pior do que alguns dos outros que estavam em campo por 90 minutos”, finalizou o português.