Com rival já campeão, United visita Bournemouth de olho em vaga na Champions League

Com rival já campeão, United visita Bournemouth de olho em vaga na Champions League

Red Devils atuam diante dos Cherries nesta quarta-feira (18) às 15h45

yvesvieira
Yves Vieira

Faltam pouquíssimas rodadas para o final da Premier League 2017/18. O Manchester United, vice-líder da competição com 71 pontos, visita nesta quarta-feira (18) o Bournemouth pela 35ª rodada do Campeonato Inglês, às 15h45, no Vitality Stadium.

Os Red Devils entraram em campo pela última vez no último domingo (15), quando foram derrotados pelo West Bromwich por 1 a 0, dentro de Old Trafford, fazendo com que o Manchester City confirmasse seu quinto título nacional. Já o Bournemouth também sofreu derrota, no sábado (14), para o Liverpool, por 3 a 0.

No primeiro turno, em jogo disputado no dia 13 de dezembro de 2017, o United venceu os Cherries por 1 a 0, no Estádio de Old Trafford, pela 17ª rodada do campeonato nacional. Neste dia, Lukaku marcou o gol da vitória dos Diabos Vermelhos.

Os clubes se enfrentaram apenas em treze oportunidades, tendo sido a primeira no ano de 1949. O United tem vantagem sobre o Bournemouth, com oito vitórias contra os adversários, tendo sido derrotado em duas partidas e três jogos terminando empatados.

Visando semifinal contra o Tottenham, Mourinho quer disputa entre seus jogadores

Assim como nas últimas partidas, o único desfalque certo para o confronto é o goleiro argentino Sergio Romero, que se lesionou em amistoso contra a seleção espanhola, em disputa com o atacante Diego Costa. O treinador português quer maior disposição dos seus jogadores, mas nega que fara rodízio no elenco, e sim escalará contra os Spurs os que fizerem melhores jogos contra os Cherries.

“Se eu jogar contra Bournemouth e o jogador for fenomenal, ele jogará na semifinal, então não é rotativo, porque girar um jogador que joga contra o Bournemouth é dar um descanso a alguém que vai jogar contra os Spurs na semifinal. Então a palavra não é rotatividade, é uma oportunidade para algumas atletas jogarem e tentarem conseguir um lugar na equipe contra os Spurs e alguns dos caras que jogaram contra o West Brom não têm um lugar naquele equipe”, disse Mou.

Concluindo o pensamento, José declarou: “Qual é o critério para um técnico escolher uma equipe? Eu só conheço um critério, o modo como eles jogam. É a única maneira que eu posso selecionar jogadores, ou você quer que eu vá pelo preço que eles custam, ou o salário deles, ou a face bonita deles, o único modo é ir com desempenho”.

+ Mourinho se mostra chateado com elenco do United: "Só posso escalar de acordo como eles jogam"

Lukaku marcou o gol da vitória no primeiro turno (Foto: Catherine Ivill/Getty Images)
Lukaku marcou o gol da vitória no primeiro turno (Foto: Catherine Ivill/Getty Images)

Sem risco de rebaixamento, Bournemouth quer surpreender United

Com 10 pontos acima da zona de rebaixamento, ocupando o 11º lugar, a equipe comandada por Eddie Howe já venceu o Arsenal e o Chelsea na atual temporada e quer terminar campeonato em posição melhor que a da temporada passada. Para o jogo contra o United, Tyrone Mings, Junior Stanislas e Adam Smith estão fora por problemas nos respectivos joelhos.

O técnico Eddie Howe elogia a fase do seu time, mas lamenta pela falta de oportunidades nas partidas: “Nossa forma desde o Natal tem sido muito boa, mas há uma frustração que nós não chutamos e encontramos a fluência nas performances que criamos”.

Howe deixa claro que a intenção dos Cherries é terminar a competição acima da posição da temporada passada. “Estamos exatamente na mesma posição do ano passado, e terminamos muito bem na última temporada, então o desafio está lá para que façamos isso novamente. Nós estamos ganhando pontos durante todo o tempo, e não queremos perder essa posição. Quando você trabalhou tão duro, você tem que terminar a temporada corretamente”, finalizou o treinador.


+ Agüero passa por artroscopia e está fora do final da temporada do City, mas deve jogar Copa

+ Tottenham empata com Brighton e perde chance de se aproximar da vaga na próxima Champions

+ Pochettino fala em 'falta de agressividade' do Tottenham diante do Brighton

+ Com pouco espaço na Seleção Inglesa, Dele Alli analisa: "Confio na minha habilidade"

VAVEL Logo
CHAT