Luta pela permanência: veja o que cada clube precisa fazer para evitar rebaixamento na Bundesliga

Luta pela permanência: veja o que cada clube precisa fazer para evitar rebaixamento na Bundesliga

A três rodadas do encerramento do campeonato, primeiras equipes a deixarem elite do futebol alemão podem ser confirmadas neste fim de semana

tainanmelo
Taynã Melo

Na parte de cima da tabela de classificação da Bundesliga, nada de novo. Pela sexta vez consecutiva, o Bayern de Munique conquistou o título com rodadas de antecedência em uma campanha recorde, tanto na história da competição, como na história do clube. Embora a briga por vaga em competições europeias permaneça intensa, a disputa contra o rebaixamento mais uma vez reúne times tradicionais que repetiram campanhas ruins e seguem no mesmo caos há anos.

O Augsburg, que escapou do rebaixamento na última rodada por causa do saldo de gols, teve desempenho mais satisfatório e garantiu mais um ano na elite no último fim de semana. Mas sete clubes ainda estão diretamente envolvidos com a briga para não cair. No especial preparado pela equipe da VAVEL Brasil, fique por dentro da campanha das equipes até o momento, o que precisam fazer e quais são os últimos adversários nos três últimos duelos da temporada.

Stuart Franklin/Bongarts/Getty Images

Werder Bremen – 12º colocado, 37 pontos; Hannover 96 – 13º colocado, 36 pontos

Embora não estejam matematicamente livres do rebaixamento, apenas um completo desastre poderia colocar um ou os dois times em situação mais calamitosa. Com nove pontos em disputa, Werder Bremen e Hannover 96 estão a sete e seis pontos da equipe que disputaria o playoff contra o terceiro colocado da 2. Bundesliga. Por isso, uma vitória neste fim de semana já elimina completamente as chances de queda. Caso empatem ou percam, vai depender dos outros resultados.

TF-Images/Getty Images

Wolfsburg – 14º colocado, 30 pontos

O primeiro critério de desempate da Bundesliga é o saldo de gols. E o Wolfsburg deve agradecer muito por isso. A equipe venceu apenas cinco de 31 jogos, mas o saldo de gols favorece em relação a Mainz 05 e Freiburg, que também têm a mesma pontuação, mas saldo mais deficitário. Os Lobos estão na elite porque levaram a melhor na repescagem diante do Eintracht Braunschweig, em jogo bastante difícil.

SOPA Images/Getty Images

Dos três jogos restantes, dois são confrontos diretos, contra equipes que estão em situação mais crítica: Hamburgo e Colônia, ambos na Volkswagen Arena. A matemática é simples: ganhar dois dos três duelos. Apesar do revés diante do Borussia Mönchengladbach, o Wolfsburg vem de uma campanha considerável e pode se apegar a esse fator para evitar sofrimento.

Jogos restantes - Hamburgo (C), RB Leipzig (F) e Colônia (C).

Simon Hofmann/Bundesliga/Getty Images

Mainz 05 – 15º colocado, 30 pontos

Os dois últimos confrontos do Mainz 05 foram contra equipes que figuram na parte de baixo da tabela de classificação. A vitória contra o Freiburg foi importante e deixa a equipe a salvo no momento, mas a derrota para o Augsburg foi sentida. Além do time bávaro ser um concorrente a menos, o Mainz voltou a se enroscar com Wolfsburg e Freiburg. O clube está em queda livre, com apenas um triunfo nos últimos oito jogos. E a tabela não ajuda. Dos três últimos adversários, dois brigam por vaga na Uefa Champions League: Borussia Dortmund e RB Leipzig. Vai ser muito sofrimento aos carnavalescos nos próximos três sábados.

Jogos restantes - RB Leipzig (C), Borussia Dortmund (F), Werder Bremen (C).

Alex Grimm/Bongarts/Getty Images

Freiburg – 16º colocado, 30 pontos

No retorno à elite do futebol alemão, na temporada passada, o Freiburg surpreendeu e ficou na sétima colocação. Com isso, chegou até a disputar os playoffs da Uefa Europa League. Mas foi eliminado para o Domzale, da Eslovênia, na segunda fase qualificatória. Foi um prenúncio do sofrimento que viria à equipe da Floresta Negra. A ótima campanha nacional foi um ponto fora da curva. Na atual edição do Campeonato Alemão, uma vitória nos últimos 12 jogos. Em queda livre, ocupa a faixa da repescagem por ter saldo de gols (-17) pior que Wolfsburg (-9) e Mainz 05 (-10). O time poderia até ter melhorado e respirado um pouco, mas foi derrotado pelo Hamburgo no último fim de semana. O confronto contra o Colônia é fundamental para a permanência do Freiburg.

Jogos restantes - Colônia (C), Borussia Mönchengladbach (F) e Augsburg (C).

O pulso ainda pulsa em Hamburgo (Foto: Stuart Franklin/Bongarts/Getty Images)

Hamburgo – 17º colocado, 25 pontos

Estar na primeira divisão do futebol da Alemanha virou sinônimo de desespero e sofrimento na última década para o Hamburgo. O único time que nunca caiu flerta com o rebaixamento há anos e sempre escapa nos momentos derradeiros. A situação neste ano está complicada. O time teve campanha horrível, passou 15 rodadas sem saber o que era conquistar uma vitória, tem o quarto técnico no ano e já pensa com antecedência na próxima temporada, quando a remontagem vai ser feita para mudar a perspectiva da equipe.

Os Dinos podem ser rebaixados nesse fim de semana, o que caracterizaria o fato histórico e o fim de uma escrita impressionante. O relógio presente no Volksparkstadion não terá mais significado se a queda for concretizada. Será um drama a cada jogo. O Hamburgo só será rebaixado nesse fim de semana se for derrotado pelo Wolfsburg e se Freiburg e Mainz 05 vencerem seus jogos. Aí o sonho e o recorde caem por terra.

Jogos restantes - Wolfsburg (F), Eintracht Frankfurt (F) e Borussia Mönchengladbach (C).

TF-Images/Getty Images

Colônia – 18º colocado, 22 pontos

Em um ano, o Colônia foi dos mais belos sonhos ao cruel pesadelo. Depois de um quinto lugar merecido e muito comemorado, recompensado pelo retorno a uma competição europeia depois de 25 anos, veio a temporada em que tudo deu errado. Fracasso na fase de grupos da Uefa Europa League e campanha completamente desastrosa na Bundesliga. Embora os números do segundo turno sejam totalmente melhores que o do primeiro, são insuficientes para a permanência. O empate buscado diante do Schalke 04 foi elogiado pela reação, mas teve pouco efeito.

São oito pontos de diferença em relação ao Freiburg, que ocupa a faixa do playoff contra o rebaixamento, e apenas nove pontos em disputa. Se não vencer o confronto direto justamente diante da equipe da Floresta Negra, sela a queda. Só uma combinação expressiva e histórica de resultados, nunca obtida anteriormente, pode manter os Bodes na elite nacional.

Jogos restantes - Freiburg (F), Bayern de Munique (C) e Wolfsburg (F).

Matthias Hangst/Bongarts/Getty Images

Bundesliga - 32ª rodada

Hoffenheim x Hannover 96 - sexta-feira (27), 15h30

Hertha Berlin x Augsburg – sábado (28), 10h30

Freiburg x Colônia – sábado (28), 10h30

Schalke 04 x Borussia Mönchengladbach – sábado (28), 10h30

Bayern de Munique x Eintracht Frankfurt – sábado (28), 10h30

Wolfsburg x Hamburgo – sábado (28), 10h30

Bayer Leverkusen x Stuttgart – sábado (28), 13h30

Mainz 05 x RB Leipzig – domingo (29), 10h30

Werder Bremen x Borussia Dortmund – domingo (29), 13h

VAVEL Logo
CHAT