Em partida com muita polêmica, Higuaín marca no fim e Juventus vira para cima da Inter

Em partida com muita polêmica, Higuaín marca no fim e Juventus vira para cima da Inter

Com um jogador a mais em boa parte do jogo, Vecchia Signora chegou a levar a virada da Beneamata, mas conseguiu se recuperar e se aproximou do Scudetto

Caio__Vinicius
Caio Vinicius

Em uma partida bastante eletrizante, a Juventus foi até Milão e venceu a Internazionale por 3 a 2 pela 35ª rodada da Serie A. O derby d'Italia foi marcado por duas viradas emocionantes e uma arbitragem polêmica, com muita reclamação por parte do lado nerrazzurro, que teve um expulso.

O jogo começou pegado em Milão e com a Juventus dominando as primeiras ações. A primeira chegada de perigo veio com Cuadrado pela direita, que cruzou no segundo pau para Manduzkic. O croata cabeceou para o meia da área e Skriniar conseguiu um corte providencial. 

A pressão foi aumentando e com 13 minutos surtiu efeito. Após levantamento, a bola atravessou toda a área interista e sobrou pra Douglas Costa, que dominou e finalizou forte com o pé esquerdo. Foi a quarta vez que o brasileiro balançou as redes no Campeonato Italiano.

Um minuto após o gol, um lance polêmico veio para marcar o rumo da partida. O camisa 11 da Inter, Matías Vecino, disputou bola com Mandzukic e deixou o pé no tornozelo do croata. Inicialmente o árbitro Daniele Orsato amarelou o jogador, mas após consultar o VAR, decidiu voltar atrás e deu cartão vermelho para o uruguaio. 

Vencendo o jogo e com um a mais, a Juventus começou a deixar a Inter jogar. Porém, os donos da casa não conseguiram muitas oportunidades e sua melhor chance foi com Candreva aos 29, em uma bomba de fora da área que passou beijando a trave de Buffon. Nos acréscimos, outro susto na área nerazzurra. Após Manduzkic finalizar de mal jeito, Khedira escorou para Higuain, mas o argentino se enrolou com o defensor interista e a bola sobrou para Matuidi, livre, marcar. No entanto, o francês estava em posição irregular e o VAR anulou o gol já no último lance do primeiro tempo.

O ritmo começou diferente na etapa complementar. Mais solta, a equipe da Internazionale começou a assustar Buffon e em seu primeiro lance efetivo veio o empate. João Cancelo cobrou falta pelo lado direito e o capitão Mauro Icardi subiu livre pra cabecear pro fundo da rede e botar fogo no clássico.

Higuaín, que até então fazia partida apagada, teve uma chance de ouro para ampliar o placar aos 60. O centroavante recebeu ótima enfiada de bola, driblou Handanovic e finalizou mal, na rede pelo lado de fora. Aproveitando o atordoamento da Juventus, o time nerazzurro foi pra cima e chegou ao segundo gol. Perisic fez grande jogada pelo lado esquerdo, cruzou rasteiro pro meio da área e Andrea Barzagli mandou contra a própria meta. 

A Juventus se mostrou apática durante o início do segundo tempo e o técnico Massimiliano Allegri decidiu mexer. Bernardeschi e Dybala entraram para dar ainda mais ofensividade na procura pelo resultado. Em sua primeira oportunidade, a joia argentina apareceu com perigo, cobrando falta e obrigando a Handanovic fazer linda defesa.

Com a pressão do adversário em busca do empate, Luciano Spalletti optou por tentar dar mais proteção a seu time. Aos 83 minutos, o treinador promoveu a entrada do lateral Santon no lugar de Icardi. A substituição foi decisiva, mas para a Vecchia Signora.

Três minutos após a mexida, Dybala avançou a entrada da área e tocou para Cuadrado, que passou por Santon e finalizou. A bola desviou no zagueiro Milan Skriniar e matou o goleiro interista, 2 a 2 no placar. Dois minutos depois veio o segundo banho de água fria para a Inter, novamente em cima de Davide. Dybala cobrou falta na área, o lateral italiano só olhou e viu Gonzalo Higuain cabecear pro fundo do gol. Virada e vitória emocionante no fim da partida.

O resultado foi importantíssimo para a Juventus manutenção da liderança. Com 88 pontos, a equipe torce por um tropeço do segundo colocado, Napoli, diante da Fiorentina. No próximo sábado (5), os juventinos recebem o Bologna em Turim, ás 15h45 (de Brasília).

A derrota é preocupante no lado da Inter. Tendo um jogo a mais que a quarta colocada, Lazio, a Beneamata se encontra no quinto lugar com 66 pontos e precisa entrar no G-4 para conquistar a vaga para a próxima Liga dos Campeões. Em seu próximo compromisso, a Inter vai no domingo (6) até a Dacia Arena, onde enfrenta a Udinese, às 7h30 (de Brasília),

VAVEL Logo

Itália Notícias

há 8 dias
há 8 dias
há 9 dias
há 10 dias
há 11 dias
há 12 dias
há 13 dias
há 13 dias
há 15 dias
há 16 dias
há 16 dias