Após empate na ida, Atlético e Arsenal se enfrentam por uma vaga na final da Europa League

Após empate na ida, Atlético e Arsenal se enfrentam por uma vaga na final da Europa League

Gunners buscam título inédito e que pode ser o último sob o comando de Arsene Wenger, enquanto os colchoneros querem sua terceira taça desde 2010

Caio__Vinicius
Caio Vinicius
Atlético MadridOblak; Savic, Godin, Giménez, Lucas Hernández; Koke, Correa e Partey; Gameiro, Griezmann e Diego Costa. Técnico: Diego Simeone
ArsenalOspina; Bellerin, Koscielny, Mustafi e Monreal; Xhaka, Wilshere, Ramsey, Ozil e Mkhitaryan; Lacazette. Técnico: Arsène Wenger
ÁRBITROGianlucas Rocchi, que será auxiliado por Elenito di Liberatore e Mauro Tonolini, todos da Itália
INCIDENCIASPartida de volta das semifinais da Uefa Europa League 2017-18, no Estádio Wanda Metropolitano, em Madri, Espanha; a partida começa às 16h05

Nesta quinta-feira (3), a Uefa Europa League conhecerá os dois finalistas desta edição. No confronto mais aguardado desta tarde, o Atlético Madrid recebe o Arsenal no Wanda Metropolitano, às 16h05, pelo jogo de volta das semifinais da competição.

Na primeira partida, Atlético e Arsenal ficaram no empate por 1 a 1 no Emirates Stadium. Os colchoneros jogaram praticamente todo o jogo com um jogador a menos, já que Vrsaljko foi expulso com quase 10 minutos da primeira etapa. Se aproveitando da situação do adversário, os Gunners, abriram o placar com Alexandre Lacazette. Porém, a equipe espanhola conseguiu se recuperar já no final e empatou com Antoine Griezmann.

Como chegam?

Já sem ambições em La Liga após o título do Barcelona, o Atlético decidiu poupar alguns de seus jogadores no último final de semana, diante do Alavés. Com gol de pênalti do francês Kevin Gameiro já no final, os colchoneros venceram por 1 a 0 e se mantiveram na segunda colocação com 75 pontos.

No lado dos Gunners, a situação já não é tão favorável na Premier League. Diante do Manchester United, o Arsenal também decidiu poupar seus titulares, mas não conseguiu sair do jogo com a mesma felicidade dos adversário espanhóis, sendo derrotado por 2 a 1. O resultado manteve o Arsenal na sexta posição, com 57 pontos e 6 atrás do Chelsea, quinto colocado.

Suspenso, Simeone acredita que o coração pode definir confronto

Buscando seu terceiro título de Liga Europa, o Atlético quer chegar na final e entrar pra lista de maiores vencedores da competição continental. O maior campeão é o Sevilla, com 5 taças, enquanto Internazionale, Juventus e Liverpool aparecem em seguida com 3 títulos cada.

Pelo confronto, os colchoneros terão baixas significativas na lateral direita e no comando técnico. Suspenso, Vrsaljko, já era desfalque certo, enquanto Juanfran, com uma lesão na coxa, também está fora da partida. Outra ausência importante é na beira do campo, já que o treinador Diego Simeone foi expulso no jogo de ida e será substituído pelo seu auxiliar, Gérman Burgos. Pelo lado positivo, o Atlético de Madrid terá o retorno do lateral esquerdo Filipe Luís.

O técnico argentino comentou sobre o impacto que sua ausência no banco de reservas pode causar nos jogadores. Ao falar de seu substituto, Simeone mostrou confiança e lamentou estar fora de uma partida decisiva.

"Não estou no corpo deles, mas já fui jogador e sei a importância de anular qualquer outra situação. O Germán é capacitado e tem a mesma paixão e o mesmo entusiasmo do que eu. Estou tranquilo com a sua presença no banco. Claro que estou triste por esta situação. Tenho de melhorar. Melhor eu me calar", comentou.

Perguntado sobre o retorno de Filipe Luís, o técnico confirmou que o brasileiro ainda não possui condições de aturar os 90 minutos, mas que, se ele for chamado, responderá jogando o coração.

"Está parado há dois meses. Não pode jogar 90 minutos, mas entramos numa fase importante, na qual jogadores como ele já fizeram algo importante. Estou certo de que, se o chamar, ele responderá. Há muitas partidas que se jogam com o coração."

Provável XI: Oblak; Savic, Godin, Giménez e Hernández; Koke, Correa e Partey; Gameiro, Griezmann e Diego Costa.

Wenger quer conquistar título continental em seus últimos momentos no Arsenal

Apesar de ser um com prestígio mundial, o Arsenal é um dos clubes que ainda não conquistou nenhuma das competições mais importantes do continente europeu. Na antiga Copa da Uefa e atual Liga Europa, os Gunners chegaram na final em apenas uma oportunidade, em 1999-00. Na ocasião, eles foram derrotados pelo Galatasaray nos pênaltis por 4 a 1.

O Arsenal não deve ter tantos incômodos para a partida contra o Atletico. Henrikh Mkhitaryan, que deu um susto no último domingo, não deve ser problema, assim como o goleiro David Ospina e o atacante Alex Iwobi. Por outro lado, Aubameyang, que não pode atuar no torneio, é desfalque importante. Mohamed Elneny, com uma lesão no ligamento e Santi Cazorla, que se recupera de uma ruptura no tendão, seguem fora.

O técnico do Arsenal, Arsene Wenger, já está se preparado para dar adeus ao clube que comandou por 17 anos. Mas antes disso, o francês quer terminar sua história em Londres com uma taça em seu 251º jogo em competições europeias.

"Amanhã eu completo 250 e o objetivo é chegar ao jogo de número 251. Conseguimos deixar uma boa história na Europa. A nossa experiência pode ser uma vantagem. Ganhar a Liga Europa é algo que me deixaria contente. Gostava de acabar bem esta história de amor", disse o comandante.

O comandante não demonstrou preocupação com a série de 11 jogos do Atlético sem tomar gols em casa. Repetir a pressão da primeira partida pode ser uma das chaves para quebrar o histórico.

"A história tem de acabar em algum momento. As estatísticas se quebram. No primeiro jogo criamos oportunidades e devemos voltar a fazê-lo. Não conseguimos que a bola entrasse e isso tem de mudar. Há que ter compromisso, iniciando o ataque desde trás", afirmou.

Provável XI: Ospina; Bellerin, Koscielny, Mustafi e Monreal; Xhaka, Wilshere, Ramsey, Ozil e Mkhitaryan; Lacazette.

VAVEL Logo

Futebol Internacional Notícias

há 10 horas
há 13 horas
há 16 horas
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias