Atlético bate Arsenal, acaba com sonho europeu de Wenger e avança à decisão da Europa League

Atlético bate Arsenal, acaba com sonho europeu de Wenger e avança à decisão da Europa League

Equipe madrilenha empatou no jogo de ida; foi superior na volta, e venceu o Arsenal pelo placar mínimo em Madri

Caiaoo_
Caio Pavoski
Atlético de MadridOBLAK, THOMAS, GIMENEZ, GODIN, LUCAS HERNANDEZ, SAUL, KOKE, GABI, VITOLO, GRIEZMANN E DIEGO COSTA. Técnico: Diego Simeone.
ArsenalOSPINA, BELLERIN, MUSTAFI, KOSCIELNY, MONREAL; XHAKA, RAMSEY, WILSHERE, OZIL, WELBECK E LACAZETTE.

A primeira quinta-feira (3) de maio, foi marcada pela semifinal da Uefa Europa League, entre Atlético de Madrid e Arsenal. Os donos da casa venceram o confronto pelo placar mínimo, com um gol de Diego Costa, nos acréscimos da primeira etapa e se classificaram para a final do torneio.

Agora, o Atlético vai à final contra o Olympique de Marselha, no dia 16 de maio em Lyon, na França. Os colchoneros chegam à sua 9° final europeia e alimenta esperanças por um tricampeonato, visto que já fora campeão em 2009/10 e 2011/12.

Equilíbrio, e gol nos acréscimos

O confronto começou com um ritmo diferente do que fora visto em Londres, com o Arsenal pressionando os colchoneros. De início, os donos da casa foram quem assustaram com 
Diego Costa, que ganhou no jogo de corpo de Monreal e finalizou para fora, logo aos cinco minutos.

O Arsenal, por sua vez, rondava a frente da área dos espanhóis, mas a defesa bem postada, característica da equipe de Diego Simeone, não deu espaço e os Gunners não conseguiam infiltrações tanto com Lacazette, quanto com Wilshere

Assumindo uma postura defensiva, mas sem correr riscos, o Atlético criou outras chances com Griezmann, que incomodava a defesa adversária nas vezes em que tinha a bola em seus pés.

(Foto: Socrates Images/Getty Images)
(Foto: Socrates Images/Getty Images)

Todavia, a bola do primeiro tempo foi de Diego Costa, que em um tiro de meta de Oblak, dominou e tocou para Griezmann, correu para dentro da área, o francês viu o atacante se infiltrando e serviu o passe decisivo para o camisa 18 empurrar para o fundo das redes e inaugurar o placar, terminando assim o primeiro tempo.

Jogo aberto na segunda etapa

Ao soar do apito para os 45 minutos finais, o Arsenal partiu para cima do Atlético, que viu Oblak executar defesa providencial em um chute de Xhaka e ainda ver Ramsey ser desarmado por Partey na hora H, quando saia frente a frente com o goleiro colchonero.

Com a exposição dos visitantes, o Atlético passou a criar mais contra-ataques, com Griezmann e Diego Costa dando trabalho para a defesa, mas o último passe não saia com qualidade para a finalização da jogada.

Diego Costa ainda fez jogada individual dentro da área, girou para cima de Bellerín e tocou para Griezmann ser desarmado no último instante.

(Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images)
(Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images)

O Arsenal, por sua vez, tentava agredir Oblak, mas a defesa espanhola não dava espaços e somando com a ansiedade, não conseguiram produzir chances contundentes que levassem perigo para o guarda-redes dos donos da casa.

Quando a partida se encaminhava para o final, o Atlético passou a valorizar a posse de bola, enquanto o Arsenal tentava os seus últimos suspiros, que não foram o bastante para conseguir um empate e levar o jogo para a prorrogação, decretando a eliminação dos ingleses no último jogo de Arsène Wenger no comando do time em uma partida internacional.

VAVEL Logo

Liga Espanhola Notícias

há 15 horas
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 13 dias
há 15 dias
há 15 dias
há 15 dias
há 16 dias
há 19 dias