Com time bastante modificado, Paris Saint-Germain cede duplo empate ao Amiens

Em clima de fim de temporada e às vésperas da decisão da final da Copa da França, PSG sofreu com os contra-ataques dos Unicórnios e acumularam segundo empate consecutivo na Ligue 1

Com time bastante modificado, Paris Saint-Germain cede duplo empate ao Amiens
Dave Winter/Icon Sport/Getty Images
Amiens
2 2
Paris Saint-Germain
Amiens: Gurtner; Cissokho, Adénon, Dibassy e Danilo Avelar; Monconduit (Fofana, min. 73) e Zungu; Cornette (Gakpé, min. 65), Kakuta e Manzala (Bodmer, min. 81); Konaté. Técnico: Christophe Pélissier.
Paris Saint-Germain: Aréola; Meunier, Marquinhos, Kimpembe e Kurzawa; Thiago Motta (Rabiot, min. 77), Lo Celso e Nkunku (Mbappé, min. 83); Di María, Cavani e Pastore. Técnico: Unai Emery.
Placar: 0-1, Cavani, min. 25. 1-1, Konaté, min. 47. 1-2, Nkunku, min. 63. 2-2, Konaté, min. 79.
ÁRBITRO: Hakim Ben El Hadj, auxiliado por Gwenael Pasqualotti e François Boudikian | Cartões amarelos: Zungu (AMI, min. 58) e Fofana (AMI, min. 82)
INCIDENCIAS: Partida disputada no Stade de la Licorne, válida pela 36ª rodada da Ligue 1 2017-18

Campeão francês com muita antecedência, todas as vezes que o Paris Saint-Germain entra em campo em jogo válido pela Ligue 1 é apenas um compromisso para cumprir tabela. Sem tamanha motivação, uma vez que o objetivo já foi alcançado, os adversários entram dispostos a tirar pontos do PSG. O Amiens entrou com essa estratégia e foi bem-sucedido até certo ponto. Em jogo válido pela 36ª e antepenúltima rodada, disputado nesta sexta-feira (4) no Stade de la Licorne, os parisienses ficaram na frente do placar em duas chances, mas Konaté garantiu o empate em 2 a 2 aos donos da casa.

Em total clima de despedida, o técnico Unai Emery voltou a realizar modificações no time titular, com poucos jogadores da formação considerada a mais forte do clube. Até pela falta de entrosamento e por jogar no território oponente, o Amiens tentou fazer valer o mando de campo e quase abriu o marcador no primeiro minuto, com Cornette. O meia bateu cruzado e Aréola fez boa defesa. O Paris Saint-Germain começou a ameaçar após tabela de Cavani e Di María. O argentino arriscou e a bola passou perto. Aos 25 minutos, o PSG abriu o placar. Pastore deu passe na medida certa para Cavani bater rasteiro e marcar o primeiro gol dos parisienses. Após os sustos iniciais, os visitantes controlaram o primeiro tempo e tiveram as melhores chances.

Dave Winter/Icon Sport/Getty Images

Mas o Amiens não se deu por vencido e o segundo tempo foi de empenho dos donos da casa. Logo aos dois minutos, Monconduit avançou pelo meio e deixou Konaté com a bola. O atacante dominou, limpou a marcação e chutou na diagonal parra igualar o jogo. O PSG tentava na troca de passes e na chegada rápida ao ataque se recolocar à frente do marcador. E conseguiu aos 18 minutos. Nkunku recebeu de Thiago Motta, ajeitou e chutou colocado, no canto direito defendido de Gurtner. Os donos da casa voltaram a mostrar valentia e aproveitou um contragolpe fatal para empatar novamente o jogo. Iniciado por Kakuta, o contra-ataque lançou para Konaté. Mesmo bem marcado, o atacante chutou forte e marcou seu segundo gol no jogo. O Paris Saint-Germain ainda teve claras chances de sair com a vitória, mas o empate foi o resultado final do confronto.

Com o resultado, o PSG não poderá chegar à marca histórica dos 100 pontos na Ligue 1. O campeão nacional soma 92 pontos, 20 à frente do vice-líder Lyon. Os unicórnios subiram provisoriamente para o 12º posto, com 42 pontos. Pela Ligue 1, as equipes voltam a entrar em campo às 16 horas do sábado (12). O Amiens encara o Metz no Stade de la Licorne, enquanto o Paris Saint-Germain vai medir forças contra o Rennes no Parc des Princes. Antes, porém, os parisienses decidem a Copa da França contra o Les Herbiers, da terceira divisão nacional. O jogo será realizado às 16h05 da terça-feira (8), no Stade de France, em Saint-Denis.