Juventus supera Bologna de virada e encaminha heptacampeonato italiano

Juventus supera Bologna de virada e encaminha heptacampeonato italiano

Visitantes assustam no primeiro tempo, mas equipe de Turim muda de postura, aproveita erros e consegue resultado; em caso de derrota da Napoli nesta rodada, o troféu da Serie A será bianconero

mathenrique
Matheus Henrique
JuventusBuffon; Barzagli, Rugani, Asamoah; Cuadrado (Lichtsteiner), Khedira, Marchisio, Matuidi, Alex Sandro (Bernadeschi); Dybala, Higuaín. Técnico: Massimiliano Allegri.
BolognaA. Mirante; Krafth (Torosidis), Romagnoli, De Maio; Mbaye, Nagy, Crisetig, Poli, Keita; Verdi (Destro), Avenatti (Palacio). Técnico: Roberto Donadoni
Placar0-1, min. 30, Verdi; 1-1, min. 52, Di Maio (c); 2-1, min. 63, Khedira; 3-1, min. 69, Dybala.
ÁRBITROIrrati Massimiliano, auxiliado por Di Lorio Damiano e Liberti Stefano. Amarelados: Rugani, Cuadrado (Juventus); Crisetig, Poli, Palacio (Bologna)
INCIDENCIASPartida válida pela trigésima sexta rodada da Serie A, disputada no Juventus Stadium, em Turim (ITA).

O título da Serie A está cada vez mais encaminhado para a Juventus. Neste sábado (5), a equipe recebeu o Bologna pela 36ª rodada da Serie A e venceu por 3 a 1. A partida foi disputada no Juventus Stadium, em Turim, e contou com gols de Verdi, Di Maio (c), Khedira e Dybala.

Após a emocionante vitória contra a Inter de Milão e a derrota da Napoli para a Fiorentina, a Juve chegava para o confronto com a oportunidade de encaminhar de vez o título do campeonato italiano, o sétimo consecutivo. Quatro pontos distante de seu concorrente, a vitória poderia significar a possibilidade de levantar o troféu já na outra rodada. Do outro lado, o Bologna, já sem objetivos a perseguir no campeonato, apenas cumpria tabela com intuito de tentar atrapalhar os planos do adversário. 

De começo, Allegri surpreendeu e tirou o brasileiro Douglas Costa para entrada de Cuadrado. Sobrando desfalques, como Mandzukic (machucado) e Pjanic (suspenso), o técnico teve de relacionar o zagueiro Chiellini, mesmo que sem condições de jogo. Mesmo assim, a Juve começou na partida em busca da vitória e com a estratégia de tomar a iniciativa, como costume em seus jogos. O gol chegou perto de aparecer duas vezes na primeira etapa. Primeiro, aos 18 minutos, após falta cobrada por Marchisio e cruzada na cabeça de Alex Sandro, que forçou bela defesa de Mirante. Depois, Romagnoli deu um belo presente na saída de bola e deixou a posse nos pés de Dybala, que tentou chutar para o gol, mas a bola foi desviada.

Equipe visitante saiu na frente no placar. Foto: Emilio Andreoli/Getty Images.
Equipe visitante saiu na frente no placar. Foto: Emilio Andreoli/Getty Images.

Em sua penúltima partida no Juventus Stadium, Buffon retribuiu o presente do Bologna, porém, a zaga não conseguiu consertar. Aos 26 minutos, em saída de bola arriscada, o goleiro italiano mirou o passe para Rugani, mas não calculou a força certa e acabou sendo fraco demais. Então, Crisetig rapidamente interveio e ficou em clara posição de gol. Por sua vez, o zagueiro tentou consertar o erro e acabou cometendo pênalti. Após alguns instantes de confirmação da jogada pelo VAR, Verdi converteu a penalidade com extrema categoria e abriu o placar em Turim.

Em diante, a equipe visitante não conseguiu levar perigo à meta bianconera. No segundo tempo, o jogo mudou. Precisando do resultado, Allegri optou por colocar Douglas Costa em campo e incendiar a partida, e deu certo. O brasileiro mudou completamente a postura da equipe da casa e se destacou na reviravolta da partida. A reação começou logo aos sete minutos: na pressão inicial, Cuadrado cruzou bola na área e De Maio tentou afastar, mas acabou jogando a bola contra as próprias redes.

A bizarra falha acabou empolgando a equipe e a torcida local. Depois disso, a Juve continuou sua pressão constante, mas quase foi surpreendida. Aos 14 minutos, Krafth recebeu bola na pequena área, chutou e Buffon fez uma defesa espetacular. A bola ainda bateu na trave após tocar nas mãos do goleiro. Porém, a Juventus é persistente e não se abalou. A resposta veio quatro minutos depois, desta vez com a bola no fundo das redes. Douglas Costa fez belíssima jogada na esquerda e cruzou para a área, exatamente onde Khedira estava presente Khedira, que por sua vez apenas teve o trabalho de escorar para a meta adversária. No lance, o alemão deslocou Keita e os jogadores do Bologna reclamaram.

O alemão Khedira fez o gol da virada no Allianz Stadium.
O alemão Khedira fez o gol da virada no Allianz Stadium. Foto: Emilio Andreoli/Getty Images.

A Juventus não deixava os visitantes respirarem e, seis minutos depois, veio o terceiro gol. Em outra bela jogada, o brasileiro Douglas Costa achou Dybala na área e passou. O argentino não perdoou e sacramentou a vitória bianconera.

Agora, a Juventus é líder mais isolada do que nunca, com 91 pontos. A Napoli, com 84 pontos, faz sua participação na rodada neste domingo (6), contra o Torino, em casa. Em caso de derrota dos napolitanos, a equipe de Turim se tornará campeã do campeonato italiano, o seu sétimo titulo consecutivo.

No próximo domingo, a Juve enfrenta a Roma, no Estádio Olímpico da capital italiana, às 15h45. Enquanto isso, o Bologna recebe o Chievo, no Estádio Renato Dall'Ara, às 10h.

VAVEL Logo

Itália Notícias

há 3 dias
há 3 dias
há 4 dias
há 4 dias
há 5 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 7 dias
há 7 dias
há 7 dias
há 8 dias