Com um a menos, Barcelona segura empate com Real Madrid e mantém invencibilidade na Liga

Sergi Roberto foi expulso no fim do primeiro tempo, quando partida estava empatada, e deixou Barça com um a menos; Blaugranas chegaram a fazer 2 a 1 na segunda etapa, mas Bale sacramentou o 2 a 2 no Camp Nou

Com um a menos, Barcelona segura empate com Real Madrid e mantém invencibilidade na Liga
Foto: Alex Caparros/Getty Images
Barcelona
2 2
Real Madrid
Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti, Jordi Alba; Busquets, Rakitic, Iniesta (Paulinho, min. 57), Philippe Coutinho (Semedo, intervalo); Messi, Suárez (Alcácer, min. 90+2). Técnico: Ernesto Valverde
Real Madrid: Navas; Nacho (Lucas Vázquez, min. 68), Sergio Ramos, Varane, Marcelo; Casemiro, Kroos (Kovacic, min. 84), Modric; Bale, Cristiano Ronaldo (Asensio, intervalo), Benzema. Técnico: Zinedine Zidane
Placar: 1-0, min. 10, Suárez. 1-1, min. 15, Cristiano Ronaldo. 2-1, min. 53, Messi. 2-2, min. 72, Bale
ÁRBITRO: Alejandro Hernández Hernández, auxiliado por Teodoro Sobrino Magán e José Naranjo Pérez. Amarelos: Suárez, Messi, Rakitic (BAR); Nacho, Varane, Sergio Ramos, Bale, Marcelo (RM). Vermelho: Sergi Roberto (BAR)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 36ª rodada de La Liga 2017-18, no Estádio Camp Nou, em Barcelona, Espanha. Público total: 97.959 torcedores

Em um clássico tenso e repleto de polêmicas, o Barcelona, que atuou a segunda etapa inteira com um jogador a menos, empatou com o Real Madrid por 2 a 2, e manteve-se invicto em La Liga. Suárez e Messi marcaram para o Barça, enquanto Cristiano Ronaldo e Bale fizeram para o Madrid. Sergi Roberto foi expulso aos 47 do primeiro tempo, e, mesmo com 10, os mandantes chegaram a fazer 2 a 1, mas cederam o empate.

O empate manteve a invencibilidade do já campeão Barcelona no Espanhol: 26 vitória e nove empates, com 88 pontos conquistados em 35 partidas. Já o Real Madrid permanece na terceira colocação, com 72 pontos, três atrás do vice-líder Atlético Madrid.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira (9), para cumprir jogos atrasados. O Barcelona entra em campo às 15h, novamente no Camp Nou, contra o Villarreal. Às 16h30, no Sánchez Pizjuán, o Real Madrid visita o Sevilla.

Dois gols e muitos cartões: primeiro tempo próprio de El Clásico

O primeiro tempo foi típico de um Barcelona e Real Madrid: chances de gol, bonitas jogadas, mas também entradas fortes e muitos cartões - seis na etapa inicial. Além de todos estes ingredientes, como é usual, também houveram gols. Logo aos nove, depois de iniciar a jogada no meio-campo, Suárez lançou Sergi Roberto em profundidade e recebeu grande cruzamento na segunda trave, finalizando de primeira e pegando Navas no contrapé para fazer 1 a 0.

Cinco minutos depois, Cristiano começou a rodada pela direita, deixou de calcanhar e Kroos cruzou na segunda trave. Benzema ajeitou para o meio e Ronaldo apareceu na pequena área para mandar para o fundo do gol: 1 a 1. Aos 18, Messi descolou lançamento longo da intermediária, encontrou Alba nas costas da defesa e o lateral se lançou na bola para finalizar, mas tocou por cobertura por cima do gol.

 

O Barcelona teve mais posse de bola na primeira etapa - 59% -, mas, após um começo melhor, passou a ceder chances ao Real Madrid, que aproveitou do espaço principalmente pelo lado esquerdo para criar suas ocasiões. Aos 26, Ronaldo recebeu no meio da defesa após lançamento longo, girou e saiu de frente para o gol, mas ter Stegen fechou bem o ângulo e defendeu. Dois minutos depois, após combinação pela esquerda com Marcelo, Benzema cruzou e Kroos finalizou de primeiro, porém pegou mal e mandou para fora.

Confusões marcaram o clássico (Foto: David S Bustamante/Soccrates/Getty Images)
Confusões marcaram o clássico (Foto:

A reta final da primeira etapa foi o momento com mais entradas fortes. Suárez e Ramos tomaram cartões amarelos após um pequeno desentendimento, e outros jogadores também foram advertidos. Porém chances também foram criadas. Aos 39, Benzema recebeu na esquerda, cortou para dentro e bateu fechado, muito perto da trave blaugrana. Dois minutos depois, Coutinho recebeu na entrada da área, tocou pelo meio da defesa e Messi saiu de frente para o gol, mas Navas se antecipou e fez a defesa.

A temperatura do jogo, já nos acréscimos, deixou o Barcelona com um a menos. Aos 47, Sergi Roberto se estranhou com Marcelo na entrada da área de defesa do Barça, acabou acertando o rosto do brasileiro e sendo expulso com cartão vermelho direto.

Sergi Roberto foi expulso já nos acréscimos (Foto: Alex Caparros/Getty Images)
Sergi Roberto foi expulso já nos acréscimos da primeira etapa (Foto: Alex Caparros/Getty Images)

Barça fica a frente, toma empate, mas segura invencibilidade 

Para a segunda etapa, Zinedine Zidane substituiu Cristiano Ronaldo, que ficou sentindo após o lance do gol, para a entrada de Asensio. Com um a mais, o Real Madrid equilibrou a posse de bola, e teve mais chances, apesar de também ter cedido espaços. No Barça, Ernesto Valverde sacrificou Coutinho para recompor a defesa com a entrada de Semedo.

Logo aos 7, Semedo perdeu a bola no meio campo, Modric lançou Asensio pelo meio e o camisa 20 arriscou de fora da área, parando em defesa tranquila de ter Stegen. No minuto seguinte, em lance polêmico após dividida de Suárez para cima de Varane, Messi recebeu na entrada da área, limpou Ramos e Casemiro e bateu no canto esquerdo de Navas para fazer 2 a 1.

Messi comemorou mais um gol em clássicos (Foto:
Messi comemorou mais um gol em clássicos (Foto: David Ramos/Getty Images)

Atrás do placar, Zidane sacou Nacho para a entrada de Vázquez e aumentou o poder de fogo dos blancos, mas também aumentou os espaços. Aos 24, Messi avançou em contra-ataque após passe de Suárez, acelerou pela esquerda e bateu forte de dentro da área, mas Navas brilhou para evitar o terceiro dos culés.

Três minutos depois, Asensio deu passe entre os defensores do Barça, Bale saiu com espaço na entrada da área e bateu forte de primeira, não dando chances para ter Stegen: 2 a 2. Sem muitas preocupações na partida, o Real continuou em cima. Aos 30, Marcelo foi derrubado dentro da área por Alba, e o Madrid reclamou de pênalti, ignorado pelo árbitro.

O clima quente se manteve durante todo o jogo - foram oito amarelos no total -, assim como as reclamações com o juiz, mas as chances diminuíram na reta final. Aos 35, Vázquez recebeu pela direita, ajeitou para a entrada da área e Modric bateu de primeira, mandando por cima.

No minuto seguinte, Messi aproveitou saída errada de Ramos, ajeitou da direita para a esquerda e bateu colocado, com muito perigo. No lance seguinte, Rakitic assistiu o camisa 10 em ultrapassagem, e o argentino encheu o pé direito, mas Navas salvou. O Real esteve mais perto do gol na reta final, mas os dois times pareceram satisfeitos com o empate, que se manteve até o apito final de Hernández Hernández.