O relógio parou: Hamburgo vence M'Gladbach, mas é rebaixado pela primeira vez na história

HSV conquistou vitória por 2 a 1 diante de seu torcedor, mas triunfo do Wolfsburg contra Köln manda dinos pela primeira vez à 2.Bundesliga; parte da torcida atirou sinalizadores no gramado nos acréscimos

O relógio parou: Hamburgo vence M'Gladbach, mas é rebaixado pela primeira vez na história
Foto: Alex Grimm/Getty Images
Hamburgo
2 1
Borussia Mönchengladbach
Hamburgo: Pollersbeck; Sakai, Papadopoulos, Jung, Douglas Santos; Steinmann (Ekdal, min. 78); Kostic (Jatta, min. 82), Holtby (Waldschmidt, min. 89), Hunt, Ito; Wood. Técnico: Christian Titz
Borussia Mönchengladbach: Sommer; Elvedi, Ginter, Vestergaard, Wendt; Hofmann (Ibrahima Traoré, min. 56), Kramer, Zakaria (Cuisance, min. 56), Thorgan Hazard (Grifo, min. 78); Raffael, Drmic. Técnico: Dieter Hecking
Placar: 1-0, min. 11, Hunt (pênalti). 1-1, min. 28, Drmic. 2-1, min. 63, Holtby
ÁRBITRO: Felix Brych, auxiliado por Stefan Lupp e Marco Achmüller. Amarelos: Wood, Douglas Santos (HSV); Zakaria (BMG). Vermelho: Wood (HSV)
INCIDENCIAS: Partida válida pela última rodada da Bundesliga 2017-18, no VolksparkStadion, em Hamburgo, Alemanha. Público: 57.000 torcedores

O relógio no Volksparkstadion, que marcava o tempo do Hamburgo na primeira divisão da Bundesliga, parou. O time, que era o único a disputar todas as 54 edições do Campeonato Alemão, mas vinha há algumas temporadas lutando contra o descenso. está rebaixado pela primeira vez. Mesmo com a vitória de 2 a 1 sobre o Borussia Mönchengladbach, os dinos jogarão a 2.Bundesliga em 2018-19. Hunt e Holtby marcaram para os mandantes, enquanto Drmic fez para os potros.

Torcida fez a festa, mas não evitou a paralisação do icônico relógio do Volkspark (Foto: Divulgação/Bundesliga)
Torcida fez a festa, mas não evitou a paralisação do icônico relógio do Volkspark (Foto: Divulgação/Bundesliga)

Com 31 pontos, o Hamburgo fecha a Bundesliga na penúltima colocação. Para manter-se, o time dependia de uma derrota do Wolfsburg, que acabou vencendo o lanterna Köln por 4 a 1. O M'Gladbach, que entrou na rodada lutando por vaga à Europa League, acabou em 9º, com 47.

Precisando exclusivamente da vitória, o Hamburgo teve uma postura ofensiva desde o início, até porque tinha pouco a perder. Com menos de um minuto, Kostic recebeu de Papadopoulos na direita, trouxe para dentro e bateu colocado, mas Sommer segurou em dois tempos.

O Hamburgo foi recompensado por sua postura aos oito. Após cobrança rápida de escanteio, Holtby arriscou chute de primeira, Zakaria abriu o braço e desviou a bola. O árbitro demorou para marcar, mas, após checagem com o VAR, apitou pênalti. Na cobrança, Hunt bateu na esquerda, Sommer caiu para o outro lado e o Hamburgo abriu o placar.

Mesmo a frente do placar, o HSV continuou tentando ampliar. Aos 14, Steinmann fez jogada individual pela esquerda, rolou na entrada da área e Holtby bateu de primeira, à esquerda do gol. O time da casa teve 54%, e finalizou sete vezes, contra quatro do Gladbach.

Mesmo sem grandes chances, o Gladbach conseguiu uma escapada para buscar seu gol. Aos 27, aproveitando contra-ataque, Drmic avançou desde a intermediária em velocidade, invadiu a área e ajeitou para dentro antes de finalizar forte, para fazer a 'lei do ex' no Volkspark e empatar o jogo: 1 a 1.

O gol sofrido abalou o Hamburgo, que passou a ter menos posse de bola e ceder mais chances para o Borussia. O M'Gladbach acabou não aproveitando esse momento, e o HSV voltou a assustar na reta final. Aos 39, em ótima combinação pela esquerda, Douglas conectou Holtby, que apareceu na linha de fundo e cruzou rasteiro para Wood bater de primeira, mas o norte-americano mandou à esquerda do gol a última boa chance da primeira etapa.

Uma troca de lado dos pontas na segunda etapa, acabou aumentando a produção ofensiva do Hamburgo. Ito apareceu na esquerda, Kostic na direita, e o time passou a criar muitas chances. Aos 2, em ótima jogada pela esquerda, Ito recebeu de Douglas, limpou a marcação e bateu forte, mas Sommer salvou.

Aos 10, Steinmann fez jogada individual pela esquerda, tirou de dois e finalizou de canhota, porém Sommer botou para fora. Dois minutos depois, na cobrança de escanteio de Holtby à meia altura, Kostic ficou com o rebote na segunda trave e encheu o pé direito, parando em um milagre do goleiro. Essa postura agressiva do Hamburgo, quase custou ao time uma virada. Aos 14, após jogada de velocidade pela direita, Raffael recebeu de Elvedi e deixou Wendt de frente para o gol, mas Sakai apareceu em cima da linha e salvou o gol do Borussia de forma milagrosa.

Nos 20 minutos iniciais da segunda etapa, foram oito finalizações do HSV, contra apenas uma do Gladbach. E o time conseguiu finalmente sua vantagem aos 18. Ito fez grande jogada pela esquerda, tocou para o meio da área e Holtby bateu de primeira, mandando no canto esquerdo e colocando o Hamburgo à frente.

Holtby chegou ao seu sexto gol na Bundesliga (Foto: Lars Baron/Bongarts/Getty Images)
Holtby chegou ao seu sexto gol na Bundesliga (Foto: Lars Baron/Bongarts/Getty Images)

A vantagem no placar deixou o Hamburgo mais seguro no jogo, e, mesmo com as alterações de Dieter Hecking, o M'Gladbach pouco assustou. Aos 26, Wood deu um pisão no pé de Kramer, tomou o segundo amarelo, e foi expulso. Ainda assim, os potros não conseguiram impôr uma pressão, e o HSV segurou sua vantagem. Já aos 40, em contra-ataque, Hunt teve calma para esperar a passagem e soltar para Jatta, que passou pelo goleiro e finalizou no canto, mas Sommer se recuperou e fez mais uma defesa.

Aos 46 minutos, a torcida mais radical do Hamburgo atirou vários sinalizadores e granadas ao gramado, paralisando o jogo. A grande maioria dos torcedores vaiou a ação dos mais radicais e a polícia entrou no gramado para evitar invasões de gramado, e se posicionou para conter qualquer tipo de problema. O árbitro reiniciou o jogo após 20 minutos, apenas para finalizá-lo da forma mais usual, encerrando a sequência de 54 temporadas dos dinos na elite do futebol alemão.

Muitos policiais entraram em campo para conter a frustração da torcida hamburguesa (Foto:
Policiais entraram em campo para conter frustração da torcida do HSV (Foto: Lars Baron/Bongarts/Getty Images)