Ausente na Copa do Mundo após 60 anos, Itália confirma Roberto Mancini como novo treinador

Azurra anunciou acordo com comandante técnico pelas próximas duas temporadas

Ausente na Copa do Mundo após 60 anos, Itália confirma Roberto Mancini como novo treinador
Mancini após assinar seu contrato (Foto: FIGC/Divulgação)

FIGC (Federação Italiana de Futebol) anunciou nesta segunda-feira (14) seu novo treinador: Roberto Mancini. O comandante assinou por duas temporadas e será apresentado na próxima terça-feira, quando poderá comunicar a lista de convocados para os amistosos contra as seleções de Arábia SauditaFrança e Holanda.

Mancini esteve treinando o Zenit na ultima temporada e após receber o convite da Azurra, rescindiu em comum acordo com os russos no último domingo. Ele chega para assumir o lugar deixado por Giampiero Ventura, demitido em novembro do ano passado após a Itália ficar de fora da Copa do Mundo da Rússia. O nome favorito era de Carlo Ancelotti, mas o treinador recusou a proposta.

Um dos desafios de Mancini será resgatar o sentimento do torcedor italiano pela Azurra. A última vez em que a Itália não disputou uma Copa do Mundo foi em 1958 e o baque foi sentido, tendo em vista que provavelmente seria a última passagem de jogadores como Gianluigi Buffon e De Rossi com a camisa dos azuis.

Com um currículo extenso em vários clubes europeus, incluindo Lazio, Internazionale, Manchester City e Galatasaray, o técnico terá sua primeira experiência dirigindo uma seleção e justamente a do país em que nasceu. Em sua carreira, Mancini coleciona vários canecos, como dois títulos da Série A, quatro taças de Coppa Italia, uma conquista da Premier League e uma Copa da Turquia.

Em 2018, a Seleção Italiana disputou dois amistosos, contra Argentina e Inglaterra. Em ambas as ocasiões, a Azurra foi dirigida pelo seu técnico interino, Luigi Di Biagio. Os comandados de Mancini terão suas três partidas pela frente e o primeiro encontro é no final do mês de maio, no dia 28, contra a Arábia Saudita, em Saint-Gallen, na Suiça. No dia 1 de junho será a vez de enfrentar a França, em Nice e por fim joga contra a Holanda, em Turim, no dia 4 de junho.