Tricampeão da Champions League pelo Real, Zidane celebra feito: "Estamos fazendo história"

Francês se tornou o único a vencer a competição três vezes seguidas e não escondeu a felicidade após o título sobre o Liverpool

Tricampeão da Champions League pelo Real, Zidane celebra feito: "Estamos fazendo história"
Foto: FRANCK FIFE/AFP/Getty Images

Poucos treinadores na história do futebol conseguiram tanto sucesso como Zinedine Zidane tem conquistado pelo Real Madrid, ainda mais quando se trata de Uefa Champions League. Neste sábado (26), o francês conquistou seu terceiro título continental seguido no comando dos merengues após vencer o Liverpool por 3 a 1.

A conquista é mais um um recorde para o técnico, que se igualou a Carlo Ancelotti e Bob Paisley, únicos a vencer a competição por três vezes. Em êxtase após a partida, Zidane não conteve a felicidade ao falar de mais um troféu levantado:

“Isso é o Real Madrid. Não há palavras. Estamos fazendo história. Vivemos para esses momentos e emoções. Talento e trabalho, é o que essa equipe tem. Temos vontade de fazer as coisas certas e conseguimos outra vez. Eu disse aos jogadores para desfrutarem porque isso nunca mais vai voltar a se repetir”, disse após o jogo.

Principal nome da final, Gareth Bale foi bastante elogiado pelo comandante, que também fez questão de exaltar o restante dos jogadores na decisão. Ao falar da atuação do galês, ele relembrou a grande partida que Cristiano Ronaldo fez na semifinal da Liga dos Campeões, diante da Juventus.

“Tudo pode acontecer em um jogo, mas depois ele veio, entrou, fez o fez e nós estamos felizes", afirmou.

“Ótimo desempenho do Bale? Sim, como todo o restante, mas não tem como não destacá-lo pelo que ele fez, assim como Cristiano também realizou em Turim", complementou.

Durante a festa no gramado, Cristiano Ronaldo deixou seu futuro em aberto e afirmou que nos próximos dias os torcedores madrilenhos terão uma resposta. Questionado sobre uma eventual perda de seu principal jogador, Zidane desconversou, mas não escondeu o desejo de que o português permaneça.

“Não estou pensando nisso, acredito que temos de pensar no que estamos fazendo agora e comemorar. Sobre a partida, acho que conseguimos o que queríamos. Quanto à sua pergunta, se Cristiano tem ou não de ficar? É sim ou sim”, comentou.