França supera Itália em amistoso e mantém boa sequência de vitórias antes da Copa do Mundo

Com dois gols marcados na primeira etapa, a França pressionou os italianos que ainda descontaram, mas não foram capazes de reagir no segundo tempo

França supera Itália em amistoso e mantém boa sequência de vitórias antes da Copa do Mundo
Griezmann foi o autor do segundo gol da França, de pênalti (Foto: Divulgação/Equipe de France)
França
3 1
Itália
França: Lloris; Pavard, Rami, Umtiti, Lucas Hernandez; Tolisso, Kanté, Pogba; Griezmann, Mbappé, Dembélé. Técnico: Didier Dechamps.
Itália: Sirigu; D’Ambrosio, Bonucci, Caldara, De Sciglio; Pellegrini, Jorginho, Mandragora; Berardi, Balotelli, Chiesa. Técnico: Roberto Mancini.

A poucos dias da Copa do Mundo, a França, vista como uma das favoritas à taça do mundial, recebeu a Itália para a disputa de um amistoso, nesta sexta-feira (1°). Com o apoio da torcida, os les bleus venceram por 2 a 1 a Azzurra, com gols de Umtiti, Griezmann, na primeira etapa e Dembélé, fechou o placar para os donos da casa. Do lado dos visitantes, Bonucci descontou ainda no primeiro tempo.

Característica da seleção de Didier Deschamps, os franceses começaram pressionando os visitantes em seu campo de defesa. Sem chutar de fora da área, a França incomodava com jogadas aceleradas de Mbappé, pelo lado direito. Tal incômodo se transformou em gol logo aos oito minutos, quando o camisa 10 recebeu dentro da área, chutou em cima do goleiro Sirigu que no rebote o zagueiro Umtiti apareceu para conferir e inaugurar o placar.

Os donos da casa mantiveram a pressão. Entretanto, a Itália assustou duas vezes com Mário Balotelli chutando forte de fora da área, mas sem exigir defesas de Sirigu. 

Em uma das tentativas de ataque por parte da Itália, Hernandez saiu em contra-ataque pela ponta esquerda, invadiu a área e foi derrubado por Mandragora. O árbitro assinalou pênalti que foi convertido por Griezmann. 2 a 0.

Com dois gols à frente no placar, nitidamente a França diminuiu seu ritmo e viu Balotelli ser derrubado dentro na linha da área. O camisa 9 bateu a falta, Lloris espalmou e Bonucci diminuiu rebote do goleiro francês.

Na segunda etapa, a Itália quem tomou a iniciativa e colocou Lloris pra trabalhar. Logo no primeiro minuto, Balotelli recebeu dentro da área e chutou forte, para a defesa do goleiro. 

A Itália seguiu sufocando os franceses, mas após a pressão, Dembélé saiu em contra-ataque rápido pela ponta esquerda, invadiu a área e driblou dois italianos chutando forte para a bola explodir no travessão.

Em seguida, a pressão italiana já não tinha a efetividade dos minutos iniciais, e a França encaixou outro contra-ataque que deu resultado. Mbappé dominou na entrada da área e chutou forte, a bola desviou sobrando para Dembélé, que bateu colocado encobrindo Sirigu e ampliando o marcador.

Depois do placar decretado, o jogo diminuiu o seu ritmo, mas nas vezes em que a França chegava, levava perigo para os defensores italianos. No ataque da Itália, Balotelli bem que tentava, mas a pontaria não estava em dia e desperdiçou duas chances que teve. 

Os respectivos comandantes fizeram alterações e o jogo caminhou para o final sem maiores chances contundentes para ambos os lados. 

Agora, a França volta a campo somente no próximo dia 9, em confronto contra os Estados Unidos, antes de voltar suas devidas atenções para a Copa do Mundo. Já a Itália, vai à campo na próxima segunda-feira (4), contra a Holanda em jogo de duas potências que estão fora da Copa da Rússia.