Às vésperas da Copa, Bélgica se despede de sua torcida com goleada sobre Costa Rica

Com dois gols em cada tempo, Bélgica vira para cima da Costa Rica com destaque para os dois gols de Romelu Lukaku

Às vésperas da Copa, Bélgica se despede de sua torcida com goleada sobre Costa Rica
Equipe belga marcou dois gols em cada tempo (Foto: Divulgação/BelgianFootball)
Bélgica
4 1
Costa Rica
Bélgica: Courtoius; Vertonghen, Boyata, Alderweireld; Carrasco, Witsel, De Bruyne, Meunier; Hazard, Lukaku, Mertens. Técnico: Roberto Martínez.
Costa Rica: Navas; González, Acosta, Duarte; Oviedo, Gamboa; Borges, Tejeda; Ruiz, Bolaños; Ureña. Técnico: Óscar Ramírez.

A três dias de iniciarem duas campanhas na briga pela taça da Copa do Mundo, Bélgica e Costa Rica se enfrentam em Bruxelas, nesta segunda-feira (11). A seleção Belga saiu atrás, mas buscou a virada e goleou os costarriquenhos por 4 a 1. Bryan Ruiz abriu o placar para a Costa Rica, mas Dries Mertens, Romelu Lukaku duas vezes e Batshuayi comandaram a goleada na despedida da seleção junto de sua torcida antes de embarcarem para a Rússia.
 

O primeiro tempo ficou claro a diferença técnica entre as duas seleções. Os donos da casa pressionaram durante os 45 minutos iniciais e marcaram ainda dois gols inválidos. Contudo, foi a Costa Rica foi quem saiu na frente em sua primeira subida ao ataque, quando Vertonghen afastou de dentro da área e a bola sobrou para Bryan Ruiz, que finalizou de primeira e balançou as redes de Courtois.

Atrás do placar, a Bélgica não queria saber de derrota em casa e seguiu pressionando. Keylor Navas executou duas defesas providenciais, mas não evitou o chute cruzado de Hazard, que achou Mertens atrás dos zagueiros e finalizou, igualando o marcador.
Seguindo na pressão, Mertens mais uma vez participando ativamente no ataque, recebeu bola na ponta direita e cruzou com efeito para Lukaku pegar um voleio de direita e mandar para o fundo do gol, revertendo o placar desfavorável para os belgas.
 

A segunda etapa, a Bélgica tratou de liquidar o resultado logo no início. Lukaku recebeu cruzamento de Hazard dentro da área, subiu mais do do que a defesa e mandou para o fundo do gol, marcando o terceiro gol da partida e o segundo do camisa 9.
 

Os costarriquenhos se viam sufocados em seu campo de defesa e sequer dava trabalho aos defensores. Tinham dificuldades em sair jogando e quando subiam ao ataque, as jogadas ofensivas não fluíam devido à erros de passes.
 

Em uma das subidas ao ataque, Hazard ligou contra-ataque, aplicou uma caneta em cima do zagueiro costarriquenho e tocou para Lukaku na esquerda que cruzou para Batshuayi ampliar e decretar a goleada.

No decorrer dos minutos, a Costa Rica nada conseguiu fazer, enquanto a Bélgica ainda assustou os visitantes, mas se mostrou no controle do jogo e não teve maiores ambições na partida até o apito final.

Agora, as seleções voltam suas atenções à Copa do Mundo. A Costa Rica estreia no próximo domingo, diante da Sérvia. Enquanto a Bélgica terá um dia a mais para se preparar e estreia somente na segunda-feira (18), contra o Panamá.